Site icon TerceiroAnel.blog

Roger Schmidt: “Contra o Vitória de Guimarães vamos ter de fazer uma exibição de topo”

Advertisements

Roger Schmidt fez, esta sexta-feira, a antevisão à receção ao Vitória de Guimarães, na Luz, com o treinador alemão a pedir qualidade à equipa para garantir os três pontos no último jogo antes da pausa para as seleções.

«O jogo será muito difícil, já tivemos essa experiência quando jogámos em Guimarães. Nas últimas semanas, o Vitória tem estado muito bem, aliás, a época tem sido muito boa. São agressivos, defendem muito bem, só sofreram 24 golos em 24 jogos até agora. Jogam com cinco na defesa, têm sempre muitos jogadores atrás da bola, mas para nós não é novidade, temos defrontado algumas equipas assim, ainda na jornada passada, com o Marítimo. A jogar em casa, estamos muito motivados para jogar bem e ganhar, é o grande objetivo antes desta paragem, mas vamos ter de fazer uma exibição de topo», disse Schmidt, sobre um jogo para o qual não vai poder contar com Fredrik Aursnes, castigado. Mas nem tudo são más notícias, visto que Rafa, ausente do encontro com o Marítimo, está recuperado.

«O Rafa ainda não está a 100 por cento, teve uma gripe muito forte mas tem-se treinado e está convocado. Além do Aursnes, também o Draxler, o Gonçalo Guedes e o Ristic estão fora. Faz parte do futebol, temos de encontrar soluções. Na Madeira jogámos sem o Rafa, o Neres fez um grande jogo na posição dele. Agora teremos de solucionar a ausência do Aursnes, que tem sido um jogador muito importante para a equipa, não só porque é capaz de criar situações de perigo no ataque mas defensivamente também é muito capaz.»

Roger Schmidt pediu ‘pés na terra’ quando analisou o sorteio dos quartos de final da Liga dos Campeões, onde o Benfica irá defrontar o Inter de Milão.

«Vamos defrontar uma grande equipa, o Inter tem um plantel com muita qualidade individual e experiência. Nestes jogos, todos querem estar ao melhor nível e esperamos muitas dificuldades. Vamos dar o nosso melhor, como sempre, e temos estado muito bem na Champions, por isso é que ainda estamos em competição. Será um grande desafio para nós, mas temos de acreditar em nós próprios e jogar o nosso melhor futebol para termos chances de passar às meias-finais», vincou o alemão, pondo de parte pensar para lá desta eliminatória.

«Não quero olhar demasiado para a frente, o que é importante agora é o Vitória. Depois teremos o Rio Ave, o FC Porto e a meio de abril a Champions. Vamos continuar humildes. Sabemos da qualidade que temos, mas também de como temos trabalhado para chegarmos aqui e não vamos mudar a nossa abordagem. Respeito sempre pelo próximo adversário e pelo próximo jogo, e esse será contra o Vitória, amanhã», finalizou o treinador dos encarnados.

Roger Schmidt elogiou Florentino Luís e disse compreender a decisão de Roberto Martínez em não chamar o médio-defensivo do Benfica para os jogos da Seleção contra Liechtenstein e Luxemburgo.

«Houve outras decisões, o Grimaldo também não foi chamado, temos outros jogadores que também merecem ser convocados para as seleções. Temos de respeitar as decisões dos selecionadores, têm muitas opções e têm de encontrar o melhor equilíbrio para as suas equipas. O Florentino tem estado bem, é jovem, se continuar a jogar a este nível vai ganhar experiência, vai evoluir e, no futuro, será uma opção para a Seleção», disse o alemão.

Exit mobile version