Regresso aos triunfos na receção ao Paço de Arcos para a 14ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional

Diogo Rafael, na execução de um penálti aos 48′, confirmou a vitória do Benfica sobre o Paço de Arcos por 4-2 ao início da tarde deste sábado, 21 de janeiro, no Pavilhão Fidelidade, no arranque da 2.ª volta da 1.ª fase do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Os três pontos em discussão no jogo da 14.ª jornada foram arrebatados pelas águias.

Com Pedro Henriques de regresso à guarda da baliza (após cumprir três jogos de castigo) e voltando a contar com o internacional argentino Pablo Álvarez (refeito de uma lesão que o impediu de atuar no recente clássico), a equipa do Benfica contornou hábil e rapidamente o golo inaugural do Paço de Arcos (Gonçalo Nunes, 5′), passando para uma posição de vantagem através das stickadas precisas de Nicolía (9′, de penálti, e 13′) e Edu Lamas (10′). Findos os primeiros 25 minutos da partida, os encarnados venciam por 3-1.

O Paço de Arcos deu luta, fez por discutir o resultado e encurtou a diferença no marcador aos 32′, numa finalização de Diogo Alves (3-2). Os visitantes dispuseram ainda de um penálti, ao minuto 36, um castigo que não foi transformado por Gonçalo Nunes (remate ao lado da baliza de Pedro Henriques).

Nicolía

Criando várias oportunidades para voltar a desfeitear o guardião da equipa da Linha, o Benfica emperrou, porém, na concretização. Nicolía desaproveitou um penálti (e também a recarga) aos 40′ e o seu compatriota Lucas Ordoñez também não converteu um livre direto aos 47′ (com exclusão de Pedro Vaz).

Sentia-se que as águias podiam marcar a qualquer momento… e o 4-2 foi uma realidade ao minuto 38. Lucas Ordoñez sofreu falta para penálti (cartão azul mostrado a Diogo Rodrigues na sequência da infração) e Diogo Rafael foi eficaz na transformação, rubricando o quarto golo da equipa benfiquista.

Na quinta-feira, 26 de janeiro, o Benfica entra em rinque para enfrentar os espanhóis do CP Calafell, no grupo A da Liga dos Campeões de hóquei em patins. O duelo da 1.ª jornada está agendado para as 21h00 no Pavilhão Fidelidade.

Nuno Resende

DECLARAÇÕES

Nuno Resende (treinador do Benfica): “Cumprimos o plano, embora no capítulo ofensivo tenhamos pecado na finalização. Apesar do grande mérito dos dois guarda-redes do Paço de Arcos, faltou-nos mais lucidez em algumas situações. Sofremos dois golos, parece um bom trabalho defensivo, mas acho que estivemos um pouco desequilibrados em situações defensivas. O segundo golo foi uma distração coletiva, porque estávamos mais preocupados com o árbitro do que com a saída da transição. A ansiedade tem de ser trabalhada, no sentido de termos mais equilíbrio também nos momentos em que vamos para a baliza do adversário. Voltámos a ganhar, entrámos bem nesta 2.ª volta.”

Benfica-Paço de Arcos
4-2
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Pedro Henriques, Edu Lamas, Lucas Ordoñez, Nil Roca e Gonçalo Pinto
Suplentes
Bernardo Mendes, Diogo Rafael, Carlos Nicolía, Pablo Álvarez e Poka
Cinco inicial do Paço de Arcos
Alexandre Ferreira, Tiago Gouveia, David Fonseca, Diogo Alves e Bruno Frade
Suplentes
Diogo Rodrigues, André Ferreira, Ricardo Barreiros, Gonçalo Nunes e Pedro Vaz
Ao intervalo3-1
Golos
Benfica: Carlos Nicolía (9′, 13′), Edu Lamas (10′) e Diogo Rafael (38′); Paço de Arcos: Gonçalo Nunes (5′) e Diogo Alves (32′)

Leave a Reply