Derrota no Dragão Caixa deixa Benfica no segundo lugar do Campeonato Nacional

A equipa de hóquei em patins do Benfica perdeu (3-0) frente ao FC Porto, nesta quarta-feira, 18 de janeiro, no Dragão Arena, em encontro da 13.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional. Um jogo em que as águias foram penalizadas pela ineficácia.

Sem poder contar com o castigado Pedro Henriques e o lesionado Pablo Álvarez, o técnico Nuno Resende viu a formação da casa adiantar-se no marcador na primeira incursão perigosa junto da baliza das águias, aos 2′, graças a uma finalização de Rafa (1-0).

Benfica procurou reagir de imediato, mas o jogo tornou-se rapidamente numa disputa de encaixes táticos, levando a um duelo intenso sem grandes oportunidades de golo nos minutos que se seguiram.

FC Porto-Benfica

Aos 14′ Diogo Rafael teve uma boa situação para igualar, após um lance de 2×1, assim como Roberto Di Benedetto, dois minutos depois, que viu a sua stickada travada pela excelente defesa de Xavier Malián. Até ao intervalo, Gonçalo Pinto, aos 21′, também esteve perto da igualdade, porém a bola esbarrou no guardião contrário.

início da 2.ª parte teve um Benfica afoito e incisivo na procura do golo. Roberto Di Benedetto, aos 26′, de meia distância, colocou a bola na barra.

Mais perigosos, os encarnados criaram sucessivas oportunidades de golo, mas pecaram na eficácia, que os da casa exibiram aos 29′, quando Carlo Di Benedetto ampliou a vantagem (2-0).

FC Porto-Benfica

Benfica continuou a arriscar no ataque, sem conseguir reduzir as diferenças, enquanto o rival, em transições rápidas, criou sempre perigo. No entanto, num lance de bola parada, mesmo com alguma sorte à mistura, Carlo Di Benedetto, aos 39′, fez o (3-0).

Esbarrando sempre no inspirado Xavier Malián, as águias chegaram à 10.ª falta a 3:44 minutos do final do encontro e o resultado não sofreu mais alterações.

Benfica segue na 2.ª posição da 1.ª fase do Campeonato Nacional, a um ponto do FC Porto. Na próxima ronda, a 14.ª e primeira da 2.ª volta, as águias recebem o Paço de Arcos, sábado, 21 de janeiro, às 12h30, no Pavilhão Fidelidade.

Nuno Resende

DECLARAÇÕES

Nuno Resende (treinador do Benfica): “Estamos desiludidos com a derrota. Faltou-nos qualidade na finalização, principalmente após o golo sofrido. Demos uma excelente resposta, assumimos o jogo e criámos bastantes situações. Na segunda parte também entrámos bem no jogo, mas depois não podemos sofrer os dois golos da forma como aconteceram.” 

FC Porto-Benfica
3-0
Dragão Arena
Cinco inicial do Benfica
Bernardo Mendes, Edu Lamas, Nil Roca, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto
Suplentes
João Seixas, Diogo Rafael, Roberto Di Benedetto, Carlos Nicolía e Poka
Cinco inicial do FC Porto
Xavier Malián, Carlo Di Benedetto, Xavier Mayordomo, Rafa e Gonçalo Alves
Suplentes
Tiago Rodrigues, Telmo Pinto, Ezequiel Mena, Reinaldo Garcia e Diogo Barata
Ao intervalo1-0
Golos
 FC Porto: Rafa (2′) e Carlo Di Benedetto (29′ e 39′)

Leave a Reply