Dérbi marcou o jogo 200 de Odysseas Vlachodimos de águia ao peito

Odysseas Vlachodimos chegou aos 200 jogos com a camisola do Benfica no dérbi com o Sporting, que terminou empatado (2-2).

Em entrevista aos meios de comunicação das águias, o guarda-redes mostrou-se satisfeito pela marca.

«É um sentimento fantástico, estou muito orgulhoso. É maravilhoso já ter realizado tantos jogos por este clube incrível», começou por dizer, referindo ainda lembrar-se bem do jogo de estreia pelos encarnados:

«Até me lembro das minhas ações, para ser sincero. Foi bom, foi um bom jogo, vencemos. Era o nosso primeiro objetivo, passar para a Liga dos Campeões e esse jogo foi o primeiro passo. Foi muito bom jogar neste estádio fantástico, com a casa cheia. Mesmo hoje em dia, é uma sensação excelente entrar no nosso estádio, perante os nossos adeptos. Resultado? Foi contra o Fenerbahçe, ficou 1-0, clean sheet», atirou.

O internacional pela Grécia, que chegou à Luz a 1 de julho de 2018, vindo da formação grega do Panathinaikos, fez ainda um balanço das duas centenas de partidas realizadas de águia ao peito: «Para mim, todos os jogos foram especiais, cada jogo teve a sua história. A análise que posso fazer é que quero continuar, continuar a treinar, a melhorar e fazer mais jogos por este clube fantástico.»

Odysseas Vlachodimos apontou ainda o melhor momento coletivo que viveu desde que está no Benfica.

«Penso que foi um jogo em casa contra o Portimonense [em 2018/2019], se não estou em erro, estávamos a perder 0-1 ao minuto 50 e depois demos a volta para ganhar por 5-1. Foi muito especial, fizemos a reviravolta e acabámos por ser campeões nacionais, foi ótimo», afirmou.

«Em primeiro lugar, tenho de dizer que foi uma atmosfera muito boa. Os nossos adeptos foram incríveis, mais uma vez. Foi bom comemorar os 200 jogos num dérbi, teria sido fantástico se tivéssemos ganho a partida. Tivemos oportunidades, mas estamos a olhar para a frente», começou por dizer, em entrevista aos meios de comunicação dos encarnados.

O guarda-redes, de 28 anos, destacou a receção ao Paris Saint-Germain, esta época, para a Liga dos Campeões, como o momento mais especial de águia ao peito: «Fizemos um jogo fantástico no Estádio da Luz, toda a equipa. Conseguimos um grande resultado e passar em primeiro lugar daquele grupo foi um enorme feito. Mostrámos que somos capazes de grandes coisas e por isso destacaria esse jogo.»

Já em relação ao que resta da época: «Vou tentar dar o meu melhor para ajudar a equipa e para alcançar os nossos objetivos. Queremos manter o nível alto, como temos feito, e olhar em frente, jogo a jogo, para conseguirmos uma grande conquista nesta época.»

Leave a Reply