Benfica vence Fonte Bastardo por 3-1 em partida da 5.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional (Série A)

Frente a um adversário de má memória, ao qual ainda não tinha vencido nesta temporada, o Benfica levou a melhor sobre a Fonte do Bastardo (3-1), em partida da 5.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional (Série A).

No 1.º set, os campeões nacionais destacaram-se pela eficácia na receção e ações de contra-ataque. Com momentos de voleibol espetaculares, o Benfica conseguiu uma vantagem de três pontos a meio do parcial (12-9). No entanto, ao falhar alguns serviços, os encarnados permitiram que os açorianos se aproximassem.

A equipa forasteira esteve mesmo na frente (21-22), altura em que Rapha apareceu. O experiente zona 4 foi letal no serviço. O líbero Dennis Villalobos não foi capaz de travar a potência e colocação da bola por parte de Rapha, e os encarnados tiveram três set points (24-21) e não desperdiçaram a oportunidade para vencer (25-22).

Benfica-Fonte do Bastardo

No Pavilhão n.º 2 da Luz, cujas bancadas ficaram ainda mais compostas com alguns adeptos que assistiram ao dérbi de futebol e decidiram apoiar os campeões nacionais, o 2.º set não correu de feição.

Mal no ataque, os encarnados viram-se a perder por 2-6, altura em que Marcel Matz entendeu parar o desafio.

Dois blocos sucessivos de Peter Wohlfahrtstätter e Japa deixaram o Benfica a dois pontos (6-8). Um remate para fora da Fonte do Bastardo animou os encarnados, mas uma nova fase de desconcentração deitou por terra o esforço.

Num ápice, os visitantes cavaram uma diferença de seis pontos (11-17) e o segundo set foi perdido (15-25).

Benfica-Fonte do Bastardo

Ávidos de se recolocarem na frente, os jogadores do Benfica tiveram um sensacional arranque no 3.º parcialCompetentes no serviço, os encarnados forçaram erros à Fonte do Bastardo, rival que na véspera vencera o Sporting (1-3).

Com uma boa vantagem (7-1), o set ficou bem encaminhado desde o início. Os açorianos não conseguiram recuperar e o Benfica venceu por 25-15.

Com grande entrosamento na quadra, o 4.º set começou de forma favorável aos campeões nacionais. Eficaz no blocoremate e com erro no serviço do adversário, o Benfica distanciou-se (8-4), com destaque para as ações de Rapha e Nikula.

Benfica-Fonte do Bastardo

Este arranque foi determinante para o triunfo. Sem capacidade para parar a equipa treinada por Marcel Matz, os insulares viram a vantagem do Benfica ser ampliada. Lucas França fechou o set com um remate que furou o bloco dos forasteiros (25-12).

Foram 13 pontos de diferença, inequívocos quanto à superioridade dos campeões nacionais.

Líder isolado da 2.ª fase do Campeonato Nacional, o Benfica tem uma vantagem de cinco pontos sobre os açorianos, que ocupam o segundo posto.

Depois da vitória sobre a AA Espinho, na véspera, a dupla jornada do fim de semana foi assim concluída com total êxito!

Na próxima ronda do Campeonato, o Benfica mede forças com o Sporting. O dérbi está agendado para sábado, 21 de janeiro, no Pavilhão João Rocha (15h00).

Benfica-Fonte do Bastardo

DECLARAÇÕES

Marcel Matz (treinador do Benfica): “Era muito importante vencer a Fonte do Bastardo, que tinha vencido o Sporting, fora de casa. Fiz um apelo aos jogadores para termos uma intensidade muito grande. A intensidade foi boa e fico muito feliz com esta vitória nesta fase.”

Benfica-Fonte do Bastardo
Benfica-Fonte do Bastardo
3-1
Pavilhão n.º 2 da Luz
Formação inicial do Benfica
Rapha, Peter Wohlfahrtstätter, Aaro Nikula, Lucas França, Tiago Violas, Japa e Ivo Casas (L)
Suplentes
André Lopes, Bernardo Westermann, Hugo Gaspar, Pablo Natan, Arthur Puron, Thales Falcão e Bernardo Silva (L)
Formação inicial da Fonte do Bastardo
Marcos Pereira, José Neves, Bruno Rubbo, João Noleto, Caíque Silva, Edson Gonzalez e Dennis Villalobos (L)
Suplentes
Federico Gómez, Alejandro Lahoz, Diogo Pacheco, Eliezer Dutra, Lucas Honorato, Victor Pereira e Ryan Manoogian (L)
1.º set2.º set3.º set4.º set
25-2215-2525-1525-12

Leave a Reply