Site icon TerceiroAnel.blog

Rúben Dias: “Mundial é aquela competição em que qualquer jogador quer estar”

Advertisements

Declarações de Rúben Dias, central da Seleção Nacional e do Manchester City, em entrevista à CNN.

Mundial’2022: “O Campeonato do Mundo fala por si. Mesmo que seja apenas por representar o meu país, vai ser sempre um momento especial. É aquela competição em que qualquer jogador quer estar, nem que seja só uma vez. Vou para o meu segundo Mundial e espero que seja um para lembrar mais tarde.”

O que significaria para Portugal sagrar-se campeão do Mundo? “É a maior competição que podes vencer pela tua equipa nacional, ou até enquanto jogador. É um dos maiores feitos que podes fazer e espero que eu e os meus colegas um dia o possamos saborear. A melhor palavra para o descrever é orgulho. Vou ter muito orgulho em lá estar, por mim, pela minha família e pelo meu país. Estar entre os melhores do meu país é um sítio onde vou sempre querer estar.”

Como é o Rúben Dias em pessoa? “Eu tento manter-me fiel ao que sou. Quando estava no Benfica, diziam-me que era muito transparente e que mostrava muito do meu interior à imprensa, penso que isso sempre me ajudou.”

Manhãs escuras de Manchester: “Há menos céus escuros do que as pessoas pensam (risos). O problema é quando saio de um edifício e já está de noite.”

Como é a sua rotina: “Mudo de roupa, tomo o pequeno-almoço, depois provavelmente vou fazer algum trabalho com os fisioterapeutas e ao ginásio. Depois, costumamos ter uma sessão em grupo de recuperação do treino e, dependendo do tempo, vamos lá fora para o relvado. Se estiver a chover, ficamos dentro do edifício. Depois, vamos ter novamente com os fisioterapeutas e tomamos um banho de gelo. Às vezes sabe bem mudar a rotina, mas acho que qualquer pessoa bem-sucedida tem de ter uma rotina.”

Ligação ao futebol: “O futebol para mim é tudo, é a minha vida. Consegue ser maravilhoso e noutras vezes, a pior coisa do Mundo. Tenho de ter uma força mental muito forte e ao mesmo tempo preparar o futuro, para um dia ser o homem da família, como de resto acontece em muitas outras profissões. O futebol, para mim, é um grande exemplo do que é a vida, tens de tudo.”

Tem um cozinheiro pessoal? “Não, é uma das coisas mais “normais” que gosto: ir às compras e cozinhar a minha própria comida.”

Exit mobile version