Site icon TerceiroAnel.blog

Dúvida central de Roger Schmidt para o onze inicial frente ao Estrela da Amadora

Advertisements

É a principal dúvida de Roger Schmidt no que diz respeito à constituição da equipa para o primeiro jogo da fase de grupos da Taça da Liga: quem sobe ao onze para render Enzo Fernández e jogar ao lado de Florentino? O médio argentino viajou para o Catar onde irá estrear-se numa grande competição ao serviço da seleção do seu país e o substituto natural seria Fredrik Aursnes. Mas o norueguês ainda está lesionado (quanto muito poderá voltar para o próximo jogo, contra o Penafiel, dia 26) e Paulo Bernardo, que pode jogar também naquele sector, está ao serviço da Seleção Sub-21, que tem um amigável na próxima terça-feira frente ao Japão.

Entre os jogadores utilizados até agora por Roger Schmidt, João Mário seria outra das opções possíveis para jogar a meio-campo, mas também ele está ausente ao serviço da Seleção Nacional.

Não resta, por isso, alternativa ao treinador alemão senão colocar em campo solução inédita nesta época. Chiquinho é uma das possibilidades. O médio português, de 27 anos, tem sido chamado por Schmidt essencialmente para jogar junto à linha, na posição de Neres ou de João Mário, ou até como segundo avançado, como Rafa. Poderá, assim, recuar agora no terreno para colocar-se em setor mais próximo de Florentino. Não será uma posição desconhecida para ele, tendo em conta que aí jogou em diversas ocasiões antes ainda de se transferir para o Benfica. Na Luz, Bruno Lage chegou também a utilizá-lo como médio centro.

Outra hipótese seria chamar André Almeida a desempenhar esse papel, ele que também começou a carreira a pisar esses terrenos. 

Exit mobile version