Benfica vence em Portimão e assume liderança à condição da Liga Placard

Benfica venceu (2-4) o Portimonense, nesta sexta-feira, 18 de novembro, no Pavilhão da Boavista, em Portimão, em jogo referente à 7.ª jornada da 1.ª fase da Liga Placard. Bruno Cintra e Rocha bisaram e deixaram as águias na liderança da prova, à condição.

Dominador, o Benfica impôs a sua qualidade em posse desde os primeiros segundos do encontro e aos 2′ podia ter chegado ao golo, porém Silvestre Ferreira atirou ao poste esquerdo da baliza de Pedro Bifana.

O guarda-redes da equipa algarvia brilhou perante Chishkala, aos 6′, evitando o primeiro dos encarnados no jogo, o qual chegou aos 11′. Contra-ataque lançado por André Sousa com os pés, a bola seguiu para Bruno Cintra, que, frente ao guardião contrário, não vacilou (0-1).

Quatro minutos depois, André Sousa isolou Chishkala na área, o internacional russo rematou contra Pedro Bifana, com a bola a sobrar para o segundo poste, onde Rocha encostou (0-2). Controlando o jogo, o intervalo chegou com um resultado natural e justo.

Bruno Cintra

início da segunda parte foi totalmente diferente do que se viu na quadra nos primeiros 20 minutos. Os da casa, mais agressivos e intensos, entraram melhor e reduziram, aos 21′, por André Sasse através de um livre indireto (1-2)

Três minutos depois, aproveitando a apatia dos comandados de Pulpis, Alan Gitahy isolou-se frente a André Sousa, num contra-ataque, e igualou o desafio (2-2).

Benfica começou a reagir, aumentando e recuperando os níveis de intensidade da primeira parte, enquanto o Portimonense acumulou faltas. Aos 31′ a formação algarvia atingiu a 5.ª falta e no minuto seguinte Bruno Cintra, com um remate forte, fora da área, em posição central, colocou as águias de novo em vantagem (2-3).

Silvestre Ferreira, aos 33′, obrigou Bruno Marques a uma boa defesa na cobrança de um livre de 10 metros e, aos 35′, foi Rocha a ampliar o score dos encarnados. E que golo! Bruno Cintra conduziu o ataque, fez o passe para a zona limite da área, onde o pivô brasileiro, de calcanhar, restabeleceu a diferença que se registava no marcador (2-4) ao intervalo.

Sem virar a cara à luta, o Portimonense arriscou o 5×4 a quatro minutos do término do duelo, momento coincidente com a 5.ª falta acumulada pelo Benfica, mas os lances de maior perigo surgiram junto às redes algarvias, sem qualquer mudança significativa.

Benfica somou assim três pontos, liderando, à condição, a Liga Placard com 17 pontos, fruto de cinco vitórias e dois empates em sete jornadas.

Na 8.ª jornada da prova, a 30 de novembro, às 21h00, no Pavilhão Fidelidade, os encarnados recebem o Caxinas. Antes, porém, seguem-se os jogos da Ronda de Elite da UEFA Futsal Champions League, entre os dias 23 e 26, no Cazaquistão.

Festejos
Portimonense-Benfica
2-4
Pavilhão da Boavista
Cinco inicial do Benfica
André Sousa, Afonso Jesus, Silvestre Ferreira, Bruno Cintra e Rocha
Suplentes
Martim Figueira, Rômulo, Gonçalo Sobral, Arthur, Chishkala, Tomás Colaço, Lúcio Rocha, Higor e Jacaré
Cinco inicial do Portimonense
Pedro Bifana, Paulinho Rocha, André Sasse, Alan Gitahy e Fábio Semedo
Suplentes
Bruno Marques, Rúben Santos, Pedro Martins, Rafa Stocker, Serginho, Ludgero, Velhinho, Afonso Vieira e Alesandro
Ao intervalo0-2
Golos
Benfica: Bruno Cintra (11′ e 32′) e Rocha (15′ e 35′); Portimonense: André Sasse (21′) e Alan Gitahy (24′)

Leave a Reply