Kika Nazareth: “Jogar no Benfica é o melhor, é o clube do meu coração e é o maior clube de Portugal”

Kika Nazareth participou, esta quarta-feira, num debate na Web Summit, em Lisboa, com as atletas Patrícia Mamona e Marta Pen, sobre a saúde mental no desporto, onde assumiu «viver tranquila» com a pressão de jogar no Benfica.

«Para mim, falar em público não é pior do que jogar futebol ou marcar um penálti, mas é muito mais difícil», começou por dizer.

A jovem jogadora foi questionada sobre a ansiedade sentida nesta quarta-feira comparativamente com os jogos da Liga BPI ou Liga dos Campeões ao serviço das águias.

«Isto não era o Estádio da Luz cheio, foi muito mais difícil. Preferia jogar 20 mil jogos com o Estádio da Luz com 200 mil pessoas, do que estar aqui, mas é por isso que eu jogo futebol e não faço outra coisa como estar aqui a apresentar estes eventos», afirmou.

A internacional portuguesa abordou ainda a importância do coletivo: «Eu posso estar 100% fisicamente, ser a melhor da equipa, mas, se por acaso, a minha cabeça não estiver a funcionar, o desempenho não vai ser o desejado.»

Kika Nazareth concluiu falando sobre o Benfica: «Jogar no Benfica é o melhor, é o clube do meu coração e é o maior clube de Portugal. Isso traz-nos pressão, responsabilidade, mas é uma pressão boa e um motivo de orgulho. Fora de campo temos de saber ser mais responsáveis, para mim, com 19 anos, com uma adolescência ainda por viver, se calhar é mais difícil conciliar, mas tenho de ver o lado bom das coisas e sentir que eu é que sou uma privilegiada.»

Leave a Reply