Fabio Capello explicou a superioridade do Benfica sobre a Juventus

Senador do futebol italiano, campeoníssimo treinador, e também jogador, Fabio Capello, 76 anos, comentou para a Sky Italia o jogo entre Benfica e Juventus, terça-feira, na Luz, e analisou o triunfo encarnado. O que se passou no ninho das águias foi «muito simples» para quem conhece o futebol de trás para a frente.

Capello, logo após o fim da partida, nos comentários televisivos, disse que a Juventus não chegou para um Benfica que «se divertiu e poderia ter marcado sete golos». O treinador que conquistou cinco campeonatos de Itália, dois de Espanha, uma Liga dos Campeões, só para dar conta de alguns dos títulos mais importantes, criticou a Juventus por «permitir tudo» ao Benfica e por reagir apenas na parte final, ameaçando com empate.

Fabio Capello disse, então, que é muito simples explicar a partida. «O Benfica foi senhor do jogo durante 70 minutos», disparou o treinador, para quem a explicação para o domínio das águias não precisa de muitos argumentos: «O Benfica teve sete oportunidades, a Juventus duas e, no fim, quase empatava. É verdade que faltavam alguns jogadores à Juve [Pogba, Di María, Chiesa e Paredes estavam lesionados] mas o Benfica, neste momento, é mais forte. A defesa da Juve não existiu.» 

O Benfica venceu duas vezes a Juventus na fase de grupos. Em Turim, 2-1, na Luz, 4-3. Para Capello, na terça-feira, foi «demasiado fácil».

Leave a Reply