Roger Schmidt considerou «justa» a vitória do Benfica, por 1-0, no Estádio do Dragão

Roger Schmidt considerou «justa» a vitória do Benfica, por 1-0, no Estádio do Dragão, resultado que deixa os dragões mais confortáveis na liderança da Liga, agora com seis pontos de avanço sobre os azuis e brancos.

«Estamos muito contentes, foi uma vitória importante para nós e esse era o nosso objetivo num jogo difícil de controlar. Muitas bolas longas, muitas faltas, muitas bolas paradas… Não entrámos muito bem mas, a partir dos 15 minutos, melhorámos e antes do intervalo já tínhamos o controlo do jogo. Na segunda parte sabíamos que seria difícil, mesmo contra 10, para além do ambiente muito duro, os nervos… Nas oportunidades que tivéssemos tínhamos de marcar, aconteceu e defendemos bem. Não foi um jogo fabuloso, mas hoje só os três pontos interessavam, não importava como», considerou o treinador alemão, admitindo dificuldades para a águia explanar o seu jogo habitual no Dragão.

«Não conseguimos impor o nosso jogo, foi um jogo de muita emoção e só na segunda parte conseguimos controlar os nervos. Nestes jogos também é preciso ter alguma sorte, mas hoje mostrámos que sabemos ganhar jogos de diferentes formas, nem sempre com golos e bom futebol», concluiu Roger Schmidt, explicando ainda que a tripla substituição ao intervalo se deveu exclusivamente a questões disciplinares (Bah, Enzo Fernández e João Mário tinham visto cartão amarelo).

Sobre a distância pontual para o rival, Roger Schmidt desvalorizou: «Temos seis pontos de avanço mas ainda estamos na 10.ª jornada. Não é decisivo, mas esta vitória foi uma afirmação dos meus jogadores.»

Leave a Reply