Adeptos do Benfica perseguidos e agredidos em Paris com direito a comunicado das águias

Segundo a página francesa ACTU17, vários adeptos portugueses que se encontravam em Paris foram violentamente agredidos na noite de terça-feira, após o jogo contra o Paris Saint-Germain (1-1) a contar para a Liga dos Campeões.

Por volta da meia-noite quando regressavam para o seu hotel em Suresnes, nos arredores da capital francesa, vários adeptos benfiquistas foram alegadamente perseguidos e agredidos por adeptos do PSG.

Segundo a mesma fonte, um dos suspeitos terá usado um spray de gás lacrimogéneo e estariam na posse de armas brancas. Uma das vítimas que tentava fugir deste ataque, acabou por sofrer uma fratura exposta na tíbia e foi levada de urgência para o hospital.

A polícia francesa usou imagens de videovigilância das ruas da cidade para identificar os autores deste ataque, que terá sido filmado. Através dessas imagens foi possível deter seis suspeitos. As autoridades mais informam que «estão em curso investigações para esclarecer as circunstâncias destes crimes», tendo sido aberto um inquérito por violência agravada.

Entretanto o Benfica já reagiu a esta barbárie gaulesa

Desde terça-feira surgiram algumas notícias de que adeptos benfiquistas tinham sido alvo de violência em Paris (pode ler um desses relatos na notícia associada). A newsletter dos encarnados destaca ter tido conhecimento de alguns incidentes e condena-os.

«São vários os relatos, nas redes sociais, a dar conta de vários episódios em que benfiquistas foram vítimas de atos violentos ocorridos em Paris antes e depois do jogo entre PSG e Benfica. Repudiamos veementemente estes e outros momentos de violência, os quais não podem ter lugar no futebol. São situações injustificáveis a que nos recusamos a tolerar», diz a newsletter. 

Leave a Reply