Roger Schimdt: “Queriamos ganhar mas o empate é um resultado muito bom em Paris”

Um empate no Parque dos Príncipes (1-1) frente ao Paris Saint-Germain deixou o Benfica muito bem posicionado para atingir os oitavos de final da Liga dos Campeões. Roger Schmidt analisou a partida da 4.ª jornada do grupo H, reconhecendo que a equipa teve “muita crença” e que jogou “bom futebol”.

Nas declarações pós-jogo, o treinador benfiquista considerou que o “empate é justo”; explicou a aposta em Aursnes; lembrou que a qualificação para a próxima fase da competição ainda não está garantida; e elogiou João Mário.

Enzo

MUITO ORGULHO E FELICIDADE PELA EXIBIÇÃO

“Sinto-me orgulhoso, claro. Todos os jogadores estão a jogar, sobretudo nestes jogos difíceis e quando estamos em desvantagem, com muita crença. Nunca desistimos, jogámos bom futebol e conseguimos regressar à discussão do jogo. Isso deixa-me orgulhoso e feliz, porque os jogadores tiveram uma grande mentalidade. A este nível, quando o jogo começa, tentamos sempre vencê-lo, mas, se não conseguirmos, digo sempre para tentarmos ganhar o ponto. Acho que o resultado é justo. Os dois jogos que fizemos com o PSG dizem muito da nossa equipa.”

PSG-Benfica

EMPATE É JUSTO

“Tivemos alguns momentos no jogo em que podíamos ter criado claras oportunidades de golo. Nós não tivemos assim tantas, mas o PSG também não, porque ambas as equipas defenderam bem. Claro que podíamos ter marcado o segundo golo, mas o empate é o resultado justo.”

PSG-Benfica

O BOM JOGO DE AURSNES

“Fredrik [Aursnes] substituiu, de certa forma, o David Neres. Penso que é um jogador fiável, é bom a pressionar, é bom com a bola, que corre muito. Mostrou todas estas qualidades e fez um bom jogo, na minha opinião.”

PSG-Benfica

EM BOA POSIÇÃO NO GRUPO, MAS FALTAM DUAS RONDAS

“Neste momento estamos numa boa posição no grupo. Temos de continuar assim até ao fim para podermos jogar as fases a eliminar. Temos de jogar mais dois jogos para confirmar a presença nos oitavos de final. Primeiro penso em vencer o nosso jogo com a Juventus para, assim, garantirmos a próxima fase da Champions. Se for possível [ficar em 1.º lugar no grupo H] vamos lutar por isso, mas, primeiro, qualificar-nos para os oitavos de final.”

PSG-Benfica

IDEIA DE FUTEBOL DE ATAQUE IMPLEMENTADA COM SUCESSO

“Desde o início da época que jogamos da mesma maneira. Acredito no estilo atacante do futebol e é por isso que estou no Benfica. Tentámos implementar a nossa ideia de jogo desde o início da época. Claro que a confiança cresceu com as nossas exibições e com as vitórias, nomeadamente na 3.ª pré-eliminatória e no play-off da Champions. Demos continuidade e mesmo nos jogos grandes, como o de hoje [terça-feira], jogámos bom futebol e continuámos a acreditar em nós próprios. Os jogadores têm tudo uma ótima atitude e têm muita qualidade. Espero que continuemos assim.”

PSG-Benfica

JOÃO MÁRIO É JOGADOR-CHAVE

“João Mário é um jogador de topo, com muita qualidade, experiência, com uma atitude muito boa, é um líder e um jogador-chave para a nossa equipa. Tem imensa responsabilidade, com e sem bola. Ele e Otamendi lideram e guiam a equipa. Espero que continue a este nível.”

Leave a Reply