Roger Schmidt: “Em termos táticos e de mentalidade temos de estar ao mais alto nível”

Na sala de Imprensa do Parque dos Príncipes, Roger Schmidt, treinador do Benfica, anteviu o desafio diante do Paris Saint-Germain, da 4.ª jornada do grupo H da Liga dos Campeões. Após “um jogo intenso” na Luz, o técnico vaticinou que nesta terça-feira, 11 de outubro, às 20h00, “vai ser igual”, com a equipa que orienta a “jogar com coragem” e a “praticar bom futebol”.

Em conferência de Imprensa, o técnico encarnado reconheceu as forças individuais do adversário; desvalorizou a ausência de Messi e lembrou que Neres também não vai a jogo; acredita que vai ter “forte apoio” dos Benfiquistas e deu a receita para obter um bom resultado

Quais são as expectativas para o jogo desta terça-feira com o PSG? O que é, para si, importante que a equipa faça no jogo?

Espero um jogo difícil de novo. Tivemos um jogo intenso no nosso Estádio na semana passada. Jogámos contra uma equipa de nível elevado na Europa, com jogadores com muita qualidade individual. Já sabíamos que assim seria e não foi uma surpresa. Amanhã [terça-feira] vai ser igual. Eles têm a vantagem de jogar em casa, mas vamos tentar ter a mesma abordagem para esta partida, a jogar com coragem, a acreditar na nossa forma de jogar e a tentar praticar bom futebol.

Míster

“Vamos tentar ter a mesma abordagem para esta partida, a jogar com coragem, a acreditar na nossa forma de jogar e a tentar praticar bom futebol”

Roger Schmidt

Apesar de o PSG ter avançados muito talentosos, o facto de Messi não jogar amanhã [terça-feira] dá mais energia à sua equipa para acreditar que pode vencer em Paris?

Ter energia extra para o jogo, porque um determinado jogador está lesionado, é a abordagem errada. Para mim, Leo Messi ainda é o melhor jogador do mundo. Claro que a abordagem do PSG pode ser diferente, porque ele não joga e estamos a falar de um futebolista especial, que liga os colegas de equipa e que pode criar oportunidades de golo no último terço. Mas o PSG tem outros jogadores capazes de o fazer, porque é uma equipa de classe mundial e no campo vai ter jogadores fantásticos. Temos de nos focar em nós. Vamos ter de arranjar uma alternativa a David Neres, um jogador muito importante para a nossa equipa. Tal como nós vamos ter de arranjar soluções, também o PSG será capaz de o fazer em relação a Leo Messi.

Sabemos que o Benfica tem muitos adeptos em todo o mundo, e na capital francesa são imensos. Espera jogar num “Estádio da Luz” em Paris?

Não me parece que vá ser assim… Acredito que teremos uma boa atmosfera no estádio, com os apoiantes do PSG, mas também sabemos que podemos contar com os nossos adeptos, como já vimos nesta temporada. Sou um treinador novo no Benfica, mas sei como os nossos adeptos acompanham a equipa e ainda recentemente tivemos um forte apoio no jogo com a Juventus. Não estaremos sozinhos no estádio, sabemos isso, e tentaremos mostrar e oferecer outra vez aos nossos adeptos um bom jogo de futebol.

Míster

“Não estaremos sozinhos no estádio, sabemos isso, e tentaremos mostrar e oferecer outra vez aos nossos adeptos um bom jogo de futebol”

O jogo da semana passada no Estádio da Luz foi espetacular. O que é que aprendeu sobre o PSG que poderá utilizar no duelo de amanhã [terça-feira] para bater este adversário?

É muito difícil batê-los, mas aprendemos que precisamos de ter uma performance de alto nível, muito boas ligações entre os jogadores e de estar juntos no jogo em cada momento. Em termos táticos e de mentalidade temos de estar ao mais alto nível. A chave também é acreditarmos em nós. É um novo jogo, com uma nova história, temos de estar prontos para, talvez, um jogo diferente, mas, de certeza, frente a um adversário muito forte.

Henrique Araújo, um jogador em que apostou nos primeiros jogos da época, está entre as opções para este desafio. Quais são os seus planos para este jogador? Poderá ser uma solução para amanhã [terça-feira]?

Henrique Araújo é um jogador de topo, um grande talento. Ele mostrou no final da época passada que pode ser um titular no Benfica e o nosso objetivo é desenvolvê-lo da melhor maneira. Jogou recentemente algumas vezes pela equipa B para ganhar ritmo, mas confiamos e acreditamos muito nele, por isso está connosco. Será também uma opção para amanhã [terça-feira], dependendo do que precisarmos durante o jogo, mas é um jogador de topo, contamos muito com ele nesta época, isso é claro.

Por que razão Neres não pode jogar? Está Lesionado?

Sim, infelizmente ele contraiu uma pequena lesão muscular no treino de ontem [segunda-feira]. Devido a isso, está fora desta partida.

Leave a Reply