Recurso das águias para o TAD não isenta Henrique Araújo da suspensão

O recurso (para o TAD) anunciado pelo Benfica ao castigo de um jogo aplicado pelo CD da FPF a Henrique Araújo – pelas declarações a criticar a arbitragem após um jogo da equipa B com o Rio Ave, em abril – não terá efeito suspensivo.

Ou seja, o avançado terá mesmo de falhar os jogos deste fim de semana, quer estivesse nos planos de Roger Schmidt para Guimarães ou de Luís Castro para a equipa B (onde jogou, por exemplo, na última jornada e até apontou dois golos).

Os responsáveis da Luz anunciaram que entregarão recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto, ato que não tem qualquer efeito suspensivo e tão pouco o TAD dará resposta em tempo útil. Seja como for, os encarnados avançam com o recurso em função daquilo que consideram uma «decisão inaceitável» por parte do CD da FPF. 

Leave a Reply