Sven-Göran Eriksson gostaria que Roger Schmidt batesse o seu recorde

Roger Schmidt só tem vitórias esta temporada. Conta com 13 jogos vitoriosos e está a 2 de igualar o grande feito de Sven-Göran Eriksson que na temporada 1982/83, venceu os primeiros 15 jogos. O recorde foi interrompido com um empate a um golo diante do FC Zurique para a Taça UEFA.

O recorde tem 30 anos e Roger Schmidt está prestes a igualar o registo de Eriksson, podendo mesmo ultrapassá-lo. Para isso terá de vencer Vitória de Guimarães e PSG o que não será tarefa fácil. Perante essa possibilidade, o técnico sueco espera mesmo que tal aconteça.

“Os recordes foram feitos para serem batidos. O Benfica está muito bem, espero que Roger Schmidt consiga bater o meu recorde”, disse o sueco ‘A Bola’.

O técnico 74 anos teceu vários elogios ao futebol do Benfica e prometeu ir ao Estádio da Luz em breve.

“Estou certo que os benfiquistas estão muito felizes nesta altura. Veem o Benfica a vencer jogos e a jogar muito bom futebol. Eu também estou muito feliz, fiquei sempre adepto do Benfica, mesmo que não vá ver muitos jogos ao vivo. Já não me lembro da última vez em que fui à Luz, mas um dia vou voltar”, afirmou.

Eriksson falou ainda na equipa que criou o recorde e que lhe deixou muitas saudades.

“1982/83 foi uma temporada fantástica. Tínhamos um grande grupo de jogadores. O Bento era o guarda-redes, tínhamos grandes defesas como o Bastos Lopes, o Humberto Coelho, o Pietra ou o Álvaro Magalhães. No ataque tínhamos o Carlos Manuel, o Chalana, o Nené, o Filipovic e o Stromberg. Era um grupo fantástico, disciplinado, que jogava bom futebol, além de que tinha muita ambição de ganhar e ganhou muito nessa época (…) Era uma grande equipa e deixou-me grandes memórias”, concluiu.

Leave a Reply