Site icon TerceiroAnel.blog

Rui Costa acusado por Vieira de não gostar de trabalhar e não ter carisma

Advertisements

O ex-presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, arrasa Rui Costa no seu livro, que ainda não está nas bancas. No excerto publicado esta quinta-feira pelo CM, primeiro assume que o ‘maestro’ seria efetivamente o seu sucessor. «Internamente estava tudo pensado. O Rui podia dar estabilidade e toda a estrutura profissional que eu tinha montado ia trabalhando por trás», conta, rejeitando a ideia de que Rui Costa seria um fantoche, mas arrasando depois o atual presidente.

«O único fantoche era eu, que chegava lá às 7 da manhã e saía de lá à meia-noite. Se perguntarem aos funcionários do Benfica a que horas é que o Rui entrava… Ele chegava às 10.30, não almoçava, saía às 13, às 16 aparecia outra vez e às 19 já estava na rua. Se o Rui não queria, não ia obrigá-lo a trabalhar. Quais foram as decisões de fundo que ele tomou? Nenhumas.»

Esta apenas uma das várias críticas a Rui Costa, que Vieira considera que «não tem carisma» nem é «um homem de negócios», apesar de o apontar como «sério» e com «boas intenções».

Não vê em Rui Costa condições para liderar o Benfica se Domingos Soares de Oliveira sair – «não tem mão», é a expressão – e afirma que foi para si uma «desilusão». «Não domina nada, está dependente de resultados, o que nunca aconteceu comigo. No primeiro ano deram-lhe o benefício da dúvida, mas se esta época não correr bem, o Rui salta fora logo, não lhe vão perdoar. E há pessoas na Direção do Benfica que não ajudam.»

Exit mobile version