Alexander Bah negou propostas financeiramente mais vantajosas para jogar no Benfica

Alexander Bah é um dos 12 jogadores do Benfica chamados para jogarem nas seleções e foi no contexto da Dinamarca, antes do treino da equipa nacional, ontem, que o lateral-direito relatou o que está a viver em Lisboa. E as primeiras impressões são muito boas.

«Acho que muitos puderam sentir a boa equipa que somos quando jogámos contra o FC Midtjylland [adversário dinamarquês afastado pelas águias na qualificação para a fase de grupos da Champions]. É preciso estar lá [no Benfica] e conhecer os adeptos e o clube para descobrir como realmente é grande», disse o lateral de 24 anos, contratado aos checos do Slavia de Praga.

«Estava bem, tinha propostas e tive reuniões com o meu empresário sobre a direção a seguir. Estou incrivelmente feliz por ter acabado no Benfica. Apesar do ritmo elevado, sinto-me confortável», assegurou Bah, que luta com Gilberto pela titularidade na defesa encarnada. E acabar na Luz foi, acredita, uma aposta emocional: «Sempre segui meu instinto. Poderia ter ido ganhar mais dinheiro noutros lados, mas não tive a sensação que seria o passo certo. E este acabou por ser grande passo. Sentamo-nos e pesámos tudo: desde treinadores aos planteis, adeptos, finanças e a forma de jogar das equipas. Diria que o último é o mais importante. Dei menos importância ao fator financeiro», lembrou Alexander Bah, que pelas águias já esteve em 11 jogos na temporada e já foi responsável por três assistências para golo.

Leave a Reply