Site icon TerceiroAnel.blog

Rafa abdicou da Seleção para estar focado a 100% no Benfica

Advertisements

Rafa Silva renuncia à seleção nacional aos 29 anos, numa altura em que até estava convocado por Fernando Santos para os compromissos com a Rep. Checa e Espanha

O jogador do Benfica pede que «as razões, de foro pessoal, sejam respeitadas por todos». Rafa não especifica os motivos para esta despedida precoce.

Em declarações à Antena 1, o seu empresário diz que Rafa pretende concentrar-se em exclusivo no clube: «Temos de respeitar a vontade do Rafa. O que ele pretende fazer é dedicar-se e estar concentrado a 100 por cento no Benfica. É uma decisão que ele tomou e felizmente houve da parte de todos respeito.»

António Araújo considera que o avançado deixará saudades na seleção de Portugal. «Os grandes jogadores deixam sempre saudades. Nós sabemos que o Rafa vai deixar essa saudade na seleção e isso justifica-se por uma vez mais estar a ter destaque no clube que representa», atira.

O bom momento no Benfica valeu a Rafa o regresso às convocatórias da Seleção Nacional dez meses depois de ter sido chamado por Fernando Santos pela última vez.

O avançado do Benfica integrou a lista de 26 para os duelos da Liga das Nações com Rep. Checa e Espanha, a última chamada antes da derradeira para o Mundial, que se joga entre novembro e dezembro no Qatar, mas anunciou, de forma surpreendente, a retirada da Seleção Nacional aos 29 anos.

«Julgo tratar-se de uma decisão honesta e acertada, neste momento da minha carreira. Peço que as razões, de foro pessoal, sejam respeitadas por todos», referiu Rafa em comunicado.

Para trás ficam 40 internacionalizações – duas pelos sub-20, 13 (e três golos) pelos sub-21 e 25 pela Seleção Nacional AA – e presenças em dois Europeus, um Mundial e uma fase final da Liga das Nações.

A estreia de Rafa pela seleção principal aconteceu em março de 2014. Em evidência no Sp. Braga de Jesualdo Ferreira e, a partir de fevereiro, de Jorge Paixão, o jovem de 20 anos era uma de duas grandes novidades (a outra era Ivan Cavaleiro) na penúltima convocatória de Paulo Bento antes do Mundial do Brasil.

Pela Seleção A, Rafa totalizou 25 jogos, oito deles como titular. O último foi a 4 de setembro de 2021, num particular com o Qatar, no qual cumpriu nove minutos.

Exit mobile version