Benfica com um pé na Champions depois de ir a Glasgow vencer jogo frenético

O Benfica venceu o Rangers por 2-3 no jogo da 1.ª mão da 2.ª ronda da Liga dos Campeões feminina, no Estádio Ibrox, em Glasgow. Um bis de Ana Vitória e um autogolo colocaram as encarnadas mais perto do apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, 20 de setembro.

Partida de Champions em Ibrox, com Rangers e Benfica a discutirem a eliminatória desde o minuto um. Primeiros 10 minutos de domínio benfiquista, com bola no chão e com a baliza escocesa em mente. Andreia Faria aos 4′ foi a primeira a tentar sorte, de fora da área, mas o remate saiu à figura da guarda-redes Esson.

Jogo rápido, com muita intensidade e com a equipa do Rangers a apostar num jogo mais direto, em força e no choque. Estratégia que deu gradualmente resultado, já que o encontro ficou mais equilibrado com o passar da primeira dezena de minutos.

Pauleta

Apesar do equilíbrio, o Benfica encontrou um “filão” de ouro no lado esquerdo do ataque e foi por aí que as encarnadas se aproximaram com mais perigo da baliza adversária. Lacasse aos 19′ arrancou pela esquerda e entrou na área assistindo Marta Cintra para um remate certeiro ao poste.

O Benfica desperdiçou a melhor oportunidade até ao momento, mas a velha máxima do futebol “quem não marca sofre” voltou a acontecer. Hay fugiu pela direita e assistiu ao primeiro poste Mccoy, que de cabeça fez o 1-0 no Estádio Ibrox.

As escocesas viveram o melhor período no jogo, sem, no entanto, importunarem Rute Costa. As benfiquistas, com personalidade, reagiram ao golo sofrido. A reação fez-se sentir já na parte final do primeiro tempo e teve como expoente máximo o golo de Ana Vitória aos 38′.

Ana Vitória

A internacional brasileira arrancou pela esquerda e já dentro da área rematou forte sem hipótese para Esson.

1-1 ao intervalo. Filipa Patão mexeu na equipa para a segunda parte, colocando em campo Nycole no lugar de Daniela Silva.

No reatamento um Benfica mandão, que não mais perdeu o controlo do jogo. Aos 52′ Pauleta com um remate de longe mostrou que as encarnadas queriam sair de Ibrox com um triunfo, valeu ao Rangers a defesa apertada de Esson.

O golo apareceu mesmo aos 57′, novamente dos pés de Ana Vitória, que culminou uma bela jogada de Andreia Norton pela esquerda (1-2). Um grande golo de Ana Vitória, que talvez tenha deslumbrado por momentos a equipa treinada por Filipa Patão.

Ana Vitória e Filipa Patão

Segundos depois da reviravolta, as escocesas reentraram na partida com um golo de Mccoy, que aproveitou uma clareira na defensiva benfiquista para bisar no encontro (2-2).

Com grande seriedade e muita qualidade o Benfica desta feita não sentiu o golo. Aos 61′ Pauleta deu novamente o mote com mais um remate para grande defesa de Esson.

A guarda-redes brilhava na baliza escocesa, mas como diz o ditado “no melhor pano cai a nódoa”. Aos 78′, depois de um canto de Andreia Faria, o remate de Pauleta sofreu um desvio de uma defesa adversária, que traiu a guarda-redes neozelandesa, que entrou na baliza com a bola.

Andreia Norton

Estava feito o 2-3 no Estádio Ibrox, e reposta alguma justiça no marcador. As encarnadas estiveram perto de novo golo por duas vezes (aos 81′ e 86′), mas o resultado não sofreu mais alterações. 2-3, vantagem mínima para a 2.ª mão, jogada na próxima quarta-feira, 28 de setembro, no Benfica Campus. Uma exibição sólida e de qualidade que dá garantias para o segundo jogo da Ronda 2.

DECLARAÇÕES

Filipa Patão

Filipa Patão (treinadora do Benfica): “Foi um jogo que sabíamos que ia ser disputado. A equipa do Rangers é bastante física, perigosa nos duelos aéreos e no ataque à profundidade. Mesmo assim tentámos assumir o jogo, quisemos mostrar para o que íamos. Vamos tentar jogar sempre assim, em posse, mesmo nas competições europeias. É assim que temos de caminhar e crescer. Conseguimos vir a casa do adversário, criar-lhes bastantes problemas e sair daqui com a vitória. O primeiro objetivo está feito, que era ir para casa em vantagem, e agora é dar continuidade ao que aqui foi feito.”

Onze inicial
Rangers-Benfica
2-3
Estádio Ibrox
Onze do Benfica
Rute Costa, Carole Costa, Ana Seiça, Daniela Silva (Nycole, 46′), Lúcia Alves, Pauleta, Andreia Faria, Andreia Norton, Ana Vitória, Cloé Lacasse e Marta Cintra (Jéssica Silva, 82′)
Suplentes
Katelin Talbert, Carolina Vilão, Carolina Correia, Maria Negrão, Lara Pintassilgo, Valéria Cantuário, Jéssica Silva (82′), Beatriz Nogueira e Nycole (46′)
Onze do Rangers
Esson, McLauchlan, Martinez, Docherty, Hay (Orschmann, 74′), Cornet, Middag, Maclean (Watson, 71′), Kerr, Danielsson (Arnot, 61′) e Mccoy (Howat, 74′)
Suplentes
Fife, Inman, Orschmann (74′), Howat (74′), Cavanagh, Arnot (61′), Austin, Mcleary, Elliston, Watson (71′) e Gray
Ao intervalo1-1
Golos
Benfica: Ana Vitória (38′, 56′), Esson (81′ pb); Rangers: Mccoy (25′, 57′) 

Leave a Reply