Enrique Cerezo reclama que João Félix é a maior vítima de faltas não assinaladas na La Liga

Enrique Cerezo, presidente do Atlético Madrid, falou sobre a atualidade do clube em dia do início de mais uma temporada na Liga dos Campeões, com estreia esta quarta-feira frente ao FC Porto.

O presidente aproveitou para falar de como João Félix e os avançados do Atlético têm sido muito castigados pelas defesas contrárias e pouco protegidos pelas equipas de arbitragem.  

«É preciso notar que ele é o jogador que sofre mais faltas [são 13]. E que em muitas ocasiões não são marcadas. Ele é um grande jogador, com muita qualidade e seus rivais sabem que precisam de pará-lo antes que ele se vire e arranque em velocidade. Acredito que ele não se deve permitir que ele seja travado a qualquer custo.  Nem tudo pode valer», queixou-se, dando exemplo:

«Outro dia vimos rapidamente vários cartões amarelos e, no entanto, Morata e João Félix foram continuamente parados por faltas, muitas dessas faltas nem sequer foram assinaladas; o Morata até viu amarelo por reclamar da repetição de faltas. Não me parece normal que acabemos com nove porque os nossos  avançados passam mais tempo no chão do que em pé por causa das faltas que sofrem. Acho que os árbitros deveriam levar isso em conta e proteger mais os jogadores que tentam jogar e são parados dessa forma.»

Será este o ano de Félix, apesar disso?  «O João é um jogador muito importante para o Atlético de Madrid. Disputou jogos lesionado e sempre o vi disposto a ajudar a equipa. Neste tipo de situação vê-se o empenho de cada jogador, e o de João Félix é máximo. Ele tem um talento que o faz destacar-se dos demais. Ele quer ter sucesso no Atlético de Madrid e tenho certeza que vai dar muita alegria aos adeptos do Atlético.»

Leave a Reply