Benfica joga cartada decisiva “Rumo ao(s) 38” milhões de euros da Champions

O Benfica pode terminar a noite desta terça-feira com mais 38,380 milhões de euros nos cofres. Para isso basta-lhe defender a vantagem que tem sobre o Dínamo Kiev e confirmar o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Caso garante o lugar entre as 32 equipas na Champions, o Benfica vai amealhar mais do que há um ano, quando deixou pelo caminho o PSV Eindhoven no play-off. A UEFA, tal como é possível consultar na circular publicada no mês passado, manteve os valores da tabela de pagamentos, mas as águias subiram um lugar no ranking a dez anos, que define as parcelas a pagar a cada uma das equipas. Em 2021/22, além dos 15,64 fixos (iguais para todos), a equipa portuguesa recebeu mais 21,603 milhões de euros pelas 19 parcelas correspondentes ao facto de ser 14.ª melhor equipa europeia da década entre as 32.

Agora, caso se apure, o Benfica surgirá no 13.º posto (é 15.º mas sobe duas posições devido às ausências de Arsenal e Manchester United), o que lhe vale mais uma parcela, cada uma com o valor de 1,137 milhões de euros. Assim, 22,74 + 15.64m = 38,380 milhões de euros.

Na época passada, recorde-se, o Benfica encerrou a participação na Champions com 64 milhões de euros, depois de ter chegado até aos quartos de final.

O FC Porto será o representante português que mais dinheiro vai encaixar pela entrada na fase de grupos: o 12.º lugar no ranking a dez anos (é 13.º mas sobe um lugar devido à ausência do Manchester United) permite-lhe receber 21 parcelas (€23,877M) e o bolo a receber é de 39,517 milhões de euros.

Já o Sporting tem garantidos 28,14 milhões de euros: os tais €15,64M fixos acrescidos de 12,507 de 11 parcelas. Os leões são a 35.ª equipa do ranking a dez anos da UEFA mas já sabem que serão a 22.ª entre as presentes na fase de grupos da Champions.

O Real Madrid, campeão europeu e a equipa mais cotada entre as participantes no ranking da década, vai arrecadar 52 milhões de euros.

Leave a Reply