Pedro Pichardo sagrou-se Campeão Europeu no triplo salto

O português Pedro Pichardo sagrou-se nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico de Munique, campeão da Europa de triplo salto. O atleta do Benfica saltou 17,50 metros no segundo ensaio e juntou o título europeu aos de campeão mundial e campeão olímpico.

Após ter alcançado recentemente o título de campeão do mundo, em Eugene, nos Estados Unidos, Pedro Pablo Pichardo continua imparável.

Na pista do Estádio Olímpico de Munique, o atleta do Benfica iniciou a final do triplo salto com um registo de 17,05 metros, marca que de imediato lhe deu a liderança. O primeiro lugar já não fugiu e no segundo ensaio Pichardo saltou 17,50 metros, ampliando a distância para o segundo classificado. Daí para a frente controlou os adversários e arrecadou a medalha de ouro. Na segunda posição ficou o italiano Andrea Dallavalle com 17,04 metros e na terceira posição o francês Jean-Marc Pontvianne com a marca de 16,94 metros.

Estou muito feliz. Isto é fruto de muito trabalho e dedicação“, comentou Pichardo, à RTP. “Quero continuar a ganhar títulos e a fazer grandes saltos“, acrescentou o atleta do Benfica. “Era o título que me faltava, estou muito feliz. Vou continuar a trabalhar para conseguir mais títulos. Falta-me o recorde do mundo, é só o que me falta“, partilhou Pichardo, já aos microfones da Antena 1.

Pedro Pablo Pichardo, de 29 anos, que esta quarta-feira juntou aos títulos olímpico e mundial o da Europa de atletismo no triplo salto, com 17,50 metros e o ouro para Portugal nos Campeonatos da Europa que decorrem em Munique (Alemanha), quer agora tentar superar o melhor registo na história da disciplina, alcançado já há 27 anos, a 7 de agosto de 1995, pelo britânico Jonathan Edwards, de 18,29 metros, quando tinha a mesma idade que o atleta português (nascido em Cuba) tem na atualidade.

«Por acaso, o Jonathan Edwards bateu o recorde do Mundo com a minha idade, 29 anos, é bem verdade. A época ainda não acabou. Vou ver se sai um bom salto», afirmou, no final, o atleta à RTP.

Para já, o passo é mais curto. «Continuar a conseguir grandes saltos e conquistar títulos é o meu sonho. Para já, estou muito feliz. [Este título] é fruto de muito trabalho e dedicação, está dentro do meu corpo. Depois… parece fácil», afirmou Pichardo.

Este foi mais um resultado excecional para Pedro Pichardo, que acrescenta assim o título europeu ao mundial e ao olímpico.

Leave a Reply