Capitã Inês Fernandes renova pelo Benfica: “Há muita coisa ainda para conquistar”

Inês Fernandes, capitã da equipa feminina de futsal, prolongou o vínculo contratual com o Sport Lisboa e Benfica. “São 15 anos, e 15 anos bem passados”, reagiu a pentacampeã nacional no momento da renovação.

“Fico feliz como atleta, e não é segredo nenhum que sou adepta do Benfica. Poder estar cá, numa equipa campeã nacional e pentacampeã nacional, é uma responsabilidademas um grande orgulho. Sempre disse que enquanto estiver bem física e mentalmente capaz de ajudar o Benfica, vou estar cá. O Benfica acredita que posso ajudar mais um ano, fico feliz. São 15 anos, e 15 anos bem passados”, manifestou a futsalista, em declarações à BTV.

Desde 2008 a representar a equipa sénior feminina de futsal, a atleta de 32 anos vê na geração mais nova o futuro da modalidade e já projeta a época que aí vem.

“O caminho das mais velhas é sempre abrir espaço para que a geração que nos segue seja mais forte. O Benfica tem feito isso em termos de estrutura logística e apoio humano às equipas femininas. Espero uma época difícil, com muitos jogos e muito trabalho, mas perspetivo um futuro risonho”, asseverou.

Inês Fernandes

“Há muita coisa ainda para conquistar e muito por que lutar. Vamos a isso”

Inês Fernandes

Celebrada a conquista do Pentacampeonato em 2021/22, Inês Fernandes não escondeu a ambição e o desejo de “deixar o Benfica no lugar de topo e com hegemonia no futsal feminino”.

Tenho a sorte de já ter competido em dois Europeus e claro que tenho a expectativa de chegar ao do próximo ano. O Pentacampeonato foi histórico, nunca uma equipa tinha ganhado cinco títulos seguidos, e é um Campeonato conquistado em seis anos devido à Covid. Ficámos sem campeão naquele ano [2019/20]. Agora que o Pentacampeonato está para trás, já penso no hexacampeonato. Voltar a conquistar os outros títulos é importante, quero deixar o Benfica no lugar de topo e com hegemonia no futsal feminino. O objetivo é conquistar a Taça da Liga, a Taça de Portugal, a Supertaça“, afiançou a internacional portuguesa.

Inês Fernandes

Há largos anos a jogar futsal, a capitã encarnada sente o apoio às equipas femininas a crescer e recordou o ambiente que viveu na final do play-off do Campeonato Nacional 2021/22.

“Sempre disse que não me importava de jogar com o pavilhão cheio contra nós. O que me interessa é o pavilhão estar cheio e que as pessoas desfrutem do que estamos a fazer em campo. A qualidade do futsal feminino tem aumentado, das modalidades femininas também, e quando o espetáculo começa a ser bom as pessoas aderem. O que aconteceu aqui no final da época, na Luz, e, depois, em Fafe, foi espetacular. Não foi só a quantidade de pessoas, mas a forma como interagiram. Nunca me vou cansar disso“, garantiu. 

Sobre a época 2022/23, Inês Fernandes foi breve, mas precisa: “Há muita coisa ainda para conquistar e muito por que lutarVamos a isso!

Leave a Reply