Foram vários os clubes a reagir à morte de “Chalanix”

Bordéus, clube para onde Chalana se transferiu em 1984 — cuja verba paga ao Benfica, um milhão e quintos mil euros, valor considerado exorbitante na altura, serviu para as águias concluírem o fecho do terceiro anel do Estádio da Luz —, onde ganhou a alcunha de ‘Chalanix’ graças à sua estatura e ao seu bigode, a fazer lembrar Astérix. 

O Estrela da Amadora, clube onde Chalana terminou a carreira, lamentou a partida daquele que consideram um «atleta de excelência». 

O Clube Oriental de Lisboa, lamenta com profundo pesar o desaparecimento de Fernando Chalana, um excelente homem que passou pelo nosso Clube, a toda a família um forte abraço

Partiu aos 63 anos Fernando Chalana, futebolista genial que se destacou no Euro-84 ao serviço da equipa de todos nós e que defendeu a camisola do #Belenenses na temporada 1990/91, na qual disputou 14 partidas.

Neste momento difícil e em nome de toda a Família Belenense, os Órgãos Sociais do Clube endereçam a todos os familiares e amigos de Chalana as mais sentidas condolências.

Descansa em paz, Fernando Chalana! 🙏

Estádio do Restelo, 10 de Agosto de 2022
Os Órgãos Sociais do Clube de Futebol “Os Belenenses”

O Barreirense, clube onde Chalana se formou e de onde se transferiu para o Benfica, em 1974/1975, assinalou a morte do seu craque através das redes sociais. 

“O Futebol Clube Barreirense vem por este meio lamentar a morte de Fernando Chalana.

Fernando Chalana iniciou o seu percurso futebolístico no FC Barreirense na época 73/74, transferindo-se depois para o SL Benfica .

À sua família, o Futebol Clube Barreirense envia as mais sentidas condolências, agradecendo especialmente tudo o que fez pelo emblema do nosso coração.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Até Sempre Chalana!”

Leave a Reply