Sub-23 do Benfica goleiam Portimonense na estreia do Torneio de Abertura da Liga Revelação

equipa de sub-23 do Benfica entrou da melhor forma no Torneio de Abertura da Liga Revelação. O conjunto treinado por Luís Araújo goleou, neste domingo, no Benfica Campus, o Portimonense, por 7-2, na ronda inaugural.

Jogo de estreia na época 2022/23 da formação Sub-23 encarnada e na nova competição da Federação Portuguesa de Futebol, o Torneio de Abertura da Liga Revelação.

Luís Araújo, também se estreou no comando dos Sub-23, e viu a sua equipa começar bem no encontro. Sinal mais dos benfiquistas nos primeiros minutos, com o Portimonense a tentar investir com incursões pelo flanco, mas sem grandes resultados.

Benfica-Portimonense

Aos 9′, o primeiro sinal de perigo da equipa da casa. Diogo Prioste, com um belo passe, tentou isolar Franculino Dju, mas o guarda-redes do Portimonense Tomás Igreja estava atento e antecipou-se ao avançado do Benfica.

Apesar da maior posse de bola do Benfica, os visitantes tentaram sempre que possível acercar-se com perigo à baliza de Kokubo. Aos 12′, Enzo Mendes cruzou para cabeça de Diogo Cardoso que cabeceou ao lado da baliza à guarda do japonês.

O primeiro golo do jogo apareceu aos 18′, por intermédio de Hugo Félix. Diogo Prioste uma vez mais na jogada, desta feita com um cruzamento certeiro para a cabeça do colega de equipa que não deu hipótese ao guarda-redes do Portimonense.

Benfica-Portimonense

Quatro minutos depois, Hugo Félix teve a oportunidade de bisar no encontro, mas o remate na cabeça da área saiu fraco.

O Benfica jogou no meio-campo adversário grande parte do primeiro tempo, com o Portimonense a tentar explorar o contra-ataque e a bola parada.

Aos 31′, Leo Kokubo brilhou ao parar com grande classe um livre muito bem marcado pelo jogador do Portimonense, Diogo Rodrigues.

Os encarnados tentaram ampliar a vantagem e por duas vezes Franculino Dju teve o golo nos pés, mas sem sucesso. O avançado do Benfica, desinspirado na hora do remate, acabou por conseguir assistir para golo, já em cima do intervalo (43′). Boa arrancada por entre os defesas do Portimonense e, já na área, Dju assistiu José Marques que, de pé direito, bateu o guarda-redes Tomás Igreja2-0 ao intervalo.

Benfica-Portimonense

Para o segundo tempo, Luís Araújo colocou em campo Ricardo Nóbrega Marques e tirou José Melro. A segunda parte teve uma história completamente diferente ao nível de eficácia e isso refletiu-se no marcador. Seis minutos decorridos e 3-0 no Benfica Campus. Canto marcado por Hugo Félix e, mais alto que todos os outros, Hugo Faria cabeceou para dentro das redes adversárias.

Um duro golpe para as hostes algarvias, que ficou ainda mais profundo com o golo de Franculino Dju, aos 66′, depois de uma boa jogada individual.

Algo adormecido pelos golos marcados, o Benfica permitiu alguns minutos que o Portimonense fosse mais atrevido e pagou com tentos sofridos.

Os visitantes reduziram aos 68′, com um golo de Diogo Cardoso (a aproveitar uma sobra de Leo Kokubo) e aos 73′ por Ari Almeida. Com o 4-2 no marcador e já com Rafael Luís, Rodrigo Matos e Iuri Moreira em campo, os benfiquistas reagruparam-se e voltaram a carregar no acelerador.

Benfica-Portimonense

O aumento de intensidade trouxe frutos. Aos 78′, Hugo Félix bisou na partida após combinação com Iuri Moreira. Iuri Moreira que, aos 85′, fez também ele o gosto ao pé. 6-2 no marcador, mas a contagem não ficou por aqui. Ao cair do pano, o último golo do encontro. Ricardo Nóbrega Marques fechou o resultado nos 7-2, após passe de Iuri Moreira.

Goleada justa a abrir o Torneio de Abertura da Liga Revelação. A equipa treinada por Luís Araújo deixa boas indicações neste arranque de temporada, a confirmar no dia 12 de agosto, também no Benfica Campus, às 11h00, no jogo da 2.ª jornada desta competição, com o Estoril.

Benfica-Portimonense
7-2
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica
 Leo Kokubo, Martim Ferreira, José Müller, Hugo Faria (Gonçalo Negrão, 86′), Guilherme Montoia, Zan Jevsenak, José Marques (Rodrigo Matos, 68′), Diogo Prioste (Rafael Luís,56′), Franculino Dju (Iuri Moreira (68′), Hugo Félix e José Melro (Ricardo Nóbrega Marques, 45′)
Suplentes
Ricardo Ribeiro, Gonçalo Negrão (86′), Gabriel Araújo, Rafael Luís (56′), Rodrigo Matos (68′), Ricardo Nóbrega Marques (45′) e Iuri Moreira (68′)
Onze do Portimonense
 Tomás Igreja, Guga, Ricardo Sousa, Eduardo Soares, Enzo, Hélio (Toki, 45′), Cláudio, Tiago, Diogo Rodrigues (Ari Almeida, 73′), Kawasaki e Diogo Cardoso (Daniel Souza 76′)
Suplentes
 Daniel Souza (76′), Toki (45′), Asano e Ari Almeida (73′)
Ao intervalo2-0
Golos
Benfica: Hugo Félix (18′ e 78′), José Marques (43′), Franculino Dju (66′), Iuri Moreira (85′) e Ricardo Nóbrega Marques (90′); Portimonense: Diogo Cardoso (68′) e Ari Almeida (73′)

Leave a Reply