Oficial: Renato Sanches assina com o PSG até 2027

O Paris Saint-Germain oficializou, esta quinta-feira, a contratação de Renato Sanches. O internacional português, proveniente do Lille, assinou contrato até 2027.

O médio, de 24 anos, torna-se assim na quinta contratação do PSG para a nova época, depois de Nuno Mendes (contratado em definitivo ao Sporting após um ano de empréstimo), Vitinha (FC Porto), Nordi Mukiele (RB Leipzig) e Hugo Ekitiké (Reims).

O PSG não divulgou o valor da transferência, mas a Imprensa tem apontado que tenha sido fechada por 15 milhões de euros.

Depois de ter sido confirmado como reforço do Paris Saint-Germain, tendo assinado contrato até 2017, Renato Sanches congratulou-se com a transferência e não mostrou dúvidas que deu o passo certo.

«Estou muito feliz com a minha chegada aqui, a Paris. Estes últimos dias foram muito importantes para mim e para a minha família. Tenho a certeza que fiz a escolha certa ao ingressar no clube. Escolhi o Paris Saint-Germain porque acho que é o melhor projeto para mim», disse o jogador, de 24 anos, citado pelos meios de comunicação do campeão gaulês.


Renato Sanches chega ao emblema da capital francesa após três épocas no Lille e não deixa de destacar que é importante continuar num campeonato que já conhece, além de reencontrar o treinador Christophe Galtier.

«Conheço-o bem, é bom treinador e fez-me evoluir muito desde que entrei na Ligue 1. Juntos até conseguimos vencer o campeonato com o Lille. Fizemos um bom trabalho juntos e estou feliz em trabalhar com ele novamente. Trabalhar com um treinador que conheço torna sempre as coisas mais fáceis. A comunicação é mais fácil», realçou.

Da mesma forma destacou o facto de ter no PSG a companhia dos compatriotas Danilo Pereira, Nuno Mendes e Vitinha. «É claro que estou feliz por encontrar compatriotas portugueses. Isso também pode facilitar minha integração. Já conheço o Nuno Mendes e o Danilo Pereira, mas ainda não conheço o Vitinha. Falei com o Nuno antes da minha assinatura, que me falou bem do Paris Saint-Germain», disse.

Leave a Reply