Empresa Vibeiras rejeita responsabilidade no estado do relvado do Estádio Nacional

O comunicado emitido pelo Casa Pia a dar conta que o relvado do Estádio Nacional não está em condições para receber o jogo com o Benfica, da segunda jornada do campeonato, agendado para 12 de agosto, foi recebido com surpresa e desagrado por parte da empresa Vibeiras.

Com vasta experiência em construção e manutenção de relvados desportivos, a empresa garante que «não é responsável pela manutenção do relvado do Estádio Nacional», nem «nunca trabalhou em conjunto com o Casa Pia sobre a conservação do relvado».
 

«A Vibeiras foi contratada pelo promotor de quatro concertos realizados em Julho no Estádio Nacional para execução de returfing do relvado do Estádio Nacional do Jamor (substituição do relvado), nos prazos acordados entre o promotor e o IPDJ (3 a 12 de agosto)», explica a empresa em comunicado, no qual salienta:

«A vistoria realizada por parte da Liga Portugal foi para constatar que o relvado, após quatro concertos no mês de julho, teria de ser substituído nos timings acordados (3 a 12 de agosto), devido à remoção do palco e demais elementos que estão no relvado.»

Leave a Reply