Àguias imparáveis arrumam dinamarqueses com hat-trick de Gonçalo Ramos

Com mais de 53 mil espetadores nas bancadas da Luz, o Benfica goleou o Midtjylland, por 4-1, na primeira mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Um resultado que deixa a equipa portuguesa muito perto do play-off, onde poderá cruzar-se com o D. Kiev (Ucrânia) ou o Sturm Graz (Áustria), caso confirme o apuramento na próxima terça-feira, na Dinamarca.

Pela primeira parte da eliminatória, a equipa de Roger Schmidt tem quase garantido o acesso à fase seguinte da liga milionária, ainda que tenha pertencido à formação visitante o primeiro sinal de perigo da noite (12’), com Sisto a atirar um pouco ao lado na conclusão de um contra-ataque.

No entanto, a pressão benfiquista acentuou-se… e as fragilidades nórdicas revelaram-se. Na primeira ameaça, David Neres inventou uma oportunidade na direita e ofereceu o golo a Gonçalo Ramos (17’). Sociedade que voltou a funcionar nos mesmos moldes no 2-0 (33’), com o brasileiro a cruzar e o jovem internacional português a cabecear para o fundo da baliza.

Mas o marcador voltou a funcionar antes do intervalo. Canto de João Mário, bola larga para a entrada da área e remate pronto, à meia-volta, de Enzo Fernández, com o esférico a desviar nos pés de um defensor adversário e a trair o guarda-redes Olafsson (40’).

O descanso já apontava a tendência do desafio, que até já podia assumir números bem mais expressivos. Ideia que se manteve no segundo tempo devido a algum desperdício dos homens da casa e a uma boa exibição do guardião do Midtjylland.

Assim, as bancadas só voltaram a festejar por mais uma vez (61’), com Gonçalo Ramos a chegar ao hat-trick numa excelente execução – receção, rotação e disparo pronto -, depois de ter sido servido por Rafa. O esférico apareceu novamente nas redes de uma das balizas, mas a contar para o conjunto forasteiro: Morato carregou Paulinho na área, viu amarelo e permitiu que Sisto reduzisse a diferença (78’), com um penálti à Panenka.

Leave a Reply