Atletismo masculino do Benfica sagra-se Campeão Nacional pela 12ª vez consecutiva

Campeões Nacionais! A equipa masculina de atletismo do Benfica venceu o Campeonato Nacional de Clubes pela 12.ª vez consecutiva (desde 2011) ao alcançar 147 pontos na competição que decorreu neste fim de semana, 30 e 31 de julho, no Estádio Municipal de Leiria – Dr. Magalhães Pessoa. 

Referir que Benfica e Sporting terminaram com o mesmo número de pontos, com o desempate a ser decidido no número total de vitórias individuais: 12 para os encarnados contra as sete do adversário

No fim do 1.º dia de provas, os verdes e brancos ficaram na frente (75 pontos contra 72 das águias), mas o Benfica havia logrado triunfos nos 100 metros, nos 1500 metros, nos 4×100 metros e no lançamento do dardo; no 2.º e último dia, os atletas da Luz responderam a preceito e arrancaram a tarde de domingo a vencer. Nos 110 metros barreiras, Roger Iribarne foi o mais rápido e no lançamento do martelo, Décio Andrade foi o mais forte. 

Na prova dos 800 metros, os atletas do Benfica e do Sporting chegaram colados à meta, com ligeira vantagem do encarnado, mas a Federação Portuguesa de Atletismo desclassificou ambos os corredores. As águias não se atemorizaram e ganharam mais oito pontos nos 400 metros barreiras, através de Mikael Jesus, nos 200 metros, por Reynier Mena, no lançamento do disco, com Emanuel Sousa, nos 3000 metros obstáculos, através de Etson Barros, nos 3000 metros, por Isaac Nader e no triplo salto, com Pedro Pichardo.

Uma palavra, ainda, para a prestação positiva da equipa masculina da Casa Benfica Faro, que terminou o Campeonato Nacional de Clubes na 5.ª posição da classificação geral, com 76,5 pontos.   

Ana Oliveira

DECLARAÇÕES

Ana Oliveira (coordenadora do atletismo do Benfica): “O nosso objetivo é sempre ganhar, mas hoje [domingo] era um dia para ganhar de forma especial, por tudo o que se passa fora da pista e nós mostrámos, dentro da pista, que somos os melhores, mesmo quando as coisas não nos correm bem. Tínhamos um recorde igualado do tempo do professor Moniz Pereira, com o Sporting. Ao fim de 12 anos, batemos esse recorde. Estou muito orgulhosa e grata. Não foram 12 anos, mas sim 17 anos de luta e de conquista à espera deste momento. Foi preciso muito trabalho, investimento e resiliência do Benfica. O Benfica e o atletismo merecem. Felizmente, o Benfica e também o Sporting conseguiram elevar o atletismo, que bem precisa.”

Campeões

RESULTADOS DO BENFICA NO DIA 2

DISCIPLINAS | ATLETAS
110 metros barreiras Roger Iribarne: 1.º lugar (13,47 s)
Lançamento do marteloDécio Andrade: 1.º lugar (71,29 m)
800 metrosJosé Carlos Pinto: desclassificado
400 metros barreirasMikael Jesus: 1.º lugar (50,91 s)
200 metrosReynier Mena: 1.º lugar (20,24 s)
Salto em alturaGerson Baldé: 5.º lugar (1,98 m)
Lançamento do discoEmanuel Sousa: 1.º lugar (55,49 m)
3000 metros obstáculosEtson Barros: 1.º lugar (08.46,19 s)
3000 metrosIsaac Nader: 1.º lugar (08.04,84 s)
4×400 metrosMikael Jesus, Ricardo dos Santos, Raidel Acea e Ericsson Tavares: 2.º lugar (3.10,05 s)
Triplo saltoPedro Pichardo: 1.º lugar (16,62 m)
Campeões

RESULTADOS DO BENFICA NO DIA 1

DISCIPLINAS | ATLETAS
100 metros Reynier Mena: 1.º lugar (10,13 s)
400 metros Ricardo dos Santos: 2.º lugar (47,61 s)
1500 metrosIsaac Nader: 1.º lugar (04.12,04 s)
4×100 metros André Prazeres, Frederico Curvelo, Reynier Mena e Diogo Antunes: 1.º lugar (39,59 s)
Lançamento do pesoTsanko Arnaudov: 2.º lugar (19,08 m)
Salto em comprimentoGerson Baldé: 2.º lugar (7,38 m)
Salto com varaDiogo Ferreira: 4.º lugar (5,00 m)
5000 metros marchaRui Coelho: 2.º lugar (20.51,63 s)
5000 metrosSamuel Barata: 2.º lugar (14.15,11 s)
Lançamento do dardoLeandro Ramos: 1.º lugar (73,73 m)

É com renovado orgulho que comemoramos a conquista do Dodecacampeonato Nacional de clubes em atletismo masculino.

Vencer 12 títulos consecutivos é expressão de notável talento e superação.

É com particular ênfase que endereço os parabéns a todos os envolvidos neste triunfo firmado na competência, resiliência e ambição à Benfica.

Parabéns, Dodecacampeões, pelo registo verdadeiramente histórico que continuam a construir, ano após ano!

Leave a Reply