PETA sugere substituição da águia por um disfarce a ser usado por um humano

A PETA, uma organização não governamental (ONG) defensora dos direitos dos animais, pediu ao Benfica que deixe de usar águias nas cerimónias antes dos jogos no Estádio da Luz.

Em troca, a instituição liderada por Dan Mathews oferece-se para oferecer um disfarce de águia, a ser usado por uma pessoa.

«O lugar das águias não é em eventos de desporto. Na natureza, estas aves magníficas percorrem vastos territórios, passam a maior parte do seu tempo acima das árvores, voam livremente e caçam em espaços amplos. Às que são usadas apenas para exibição é negada a oportunidade de se envolver no seu comportamento natural, o que leva a frustração e stress extremos», escreveu a vice-presidente da PETA, Mimi Bekhechi, numa carta enviada aos encarnados.

«Se concordar em retirar as aves para um santuário, a PETA cobrirá os custos e substitui-las-á por um fabuloso disfarce de águia que será certamente um êxito junto dos adeptos do Benfica. Por favor, juntem-se a outros clubes que mostram compaixão pelos animais, comprometendo-se a não usar animais vivos como mascotes», lê-se ainda.

Nas redes sociais, a PETA escreveu uma simples mensagem a identificar o Benfica: «Águias simplesmente não pertencem a eventos desportivos.»

Leave a Reply