Benfica volta a vencer no teste mais difícil da pré-época

O Benfica consolidou a sua preparação para 2022/23 em ambiente de festa, na Suíça, com um triunfo frente ao Girona (4-2), no penúltimo compromisso da presente pré-temporada. Com todos os golos obtidos na segunda parte, Vertonghen, Bah, Yaremchuk e Rodrigo Pinho, deram forma ao marcador para as águias.

Com a casa cheia de Benfiquistas e apresentando dez (Gilberto, Otamendi, Morato, Grimaldo, Florentino, Enzo, João Mário, Neres, Rafa e Gonçalo Ramos) dos onze jogadores que iniciaram o encontro de preparação frente ao Fulham, no fecho do Torneio do Algarve 2022, trocando apenas o guardião Odysseas por Helton, Roger Schmidt viu a sua equipa criar uma excelente oportunidade de golo logo aos 2′.

Futebol Benfica Girona

Gonçalo Ramos finalizou em força, na área, uma jogada iniciada com o lançamento longo de Otamendi para João Mário, que, nas costas da defesa contrária, no corredor central, endossou a bola para o avançado disparar. Valeu à formação espanhola a defesa de nível elevado do guardião Juan Carlos.

pressionar alto, as águias tiveram no remate cruzado e perigoso de Neres, aos 6′, nova ameaça de golo. A procura de intensidade na pressão e recuperação defensiva foi uma constante e novamente o internacional brasileiro, aos 17′, levou perigo para a baliza espanhola, com um cabeceamento a cruzamento da esquerda de Grimaldo.

Helton já apanhara uma bola cruzada aos 13′, mas foi aos 19′ que viu Stuani a finalizar pela primeira vez para o oponente, após um canto da direita do ataque espanhol.

Aos 25′ foi Enzo a bater um livre frontal por cima da baliza, sendo que os espanhóis, paulatinamente, conseguiram sair amiúde pelo centro do terreno, em contra-ataque. Foi assim que Stuani, aos 31′, e Samu Saiz, aos 37′, tentaram o golo, tal como Neres fizera aos 32′, quando rematou à figura de Juan Carlos.

Futebol Benfica Girona

Uma das grandes oportunidades de golo, quiçá a maior, surgiu no período de descontos do primeiro tempo.

Enzo lançou, isolando, Gonçalo Ramos, que arrancou a uns 35 metros para a baliza contrária. O internacional Sub-21 português fez quase tudo bem, mas junto à marca de grande penalidade, permitiu a pressão de um defensor e perdeu o tempo de remate, sem conseguir finalizar

O Benfica terminou a primeira parte com 59% de posse de bola.

No início do segundo tempo, Roger Schmidt apostou num novo onze (Odysseas, Bah, António Silva, Vertonghen, Gil Dias, Weigl, Meïte, Chiquinho, Moreira Jr., Henrique Araújo e Yaremchuk) e Chiquinho, aos 46′, rematou forte e ao lado à entrada da área, dando um sinal de inconformismo.

Três minutos depois Moreira Jr. esteve perto do golo. Excelente cruzamento rasteiro de Bah na direita e o jovem extremo, de carrinho, tocou ligeiramente na bola, sem conseguir encostar para a baliza dos espanhóis.

Na primeira aproximação do Girona à área do Benfica, a formação espanhola adiantou-se no marcador. Livre sobre a esquerda do ataque, Meïte aliviou de cabeça contra a perna de um oponente e a bola sobrou para Stuani, na pequena área, que bateu Odysseas [0-1].

Benfica reagiu bem à desvantagem e, no espaço de três minutos, deu a volta ao marcador. Aos 57′, Vertonghen fuzilou Juan Carlos. Canto da esquerda do ataque encarnado de Chiquinho, António Silva disputou a bola em dois momentos, no segundo dos quais assistiu Vertonghen, que, no coração da área, igualou o encontro (1-1).

Futebol Benfica Girona

Aos 60′ foi Bah a decidir! Jogada de insistência do Benfica, com uma recuperação de bola de Moreira Jr., com a mesma a sobrar para Bah, sobre a esquerda da área, e o lateral-direito dinamarquês de pé esquerdo, com um remate cruzado, colocou as águias em vantagem (2-1).

Uma grande penalidade de Vallery sobre Chiquinho, aos 66′, permitiu que Yaremchuk, aos 67′, ampliasse a vantagem (3-1), que poderia ter tido outra expressão aos 72′ e 73′, primeiro por Gil Dias, depois por Henrique Araújo, este na cara de Juan Carlos.

Futebol Benfica Girona

Girona reduziu aos 76′ por Bueno [3-2], em novo lance de bola parada, com a bola batida da esquerda a ser disparada ao segundo poste para o fundo das redes à guarda de Odysseas.

Roger Schmidt ainda lançou no jogo Diogo Gonçalves, Paulo Bernardo, Rodrigo Pinho e Musa (André Almeida foi o único jogador de campo que não foi utilizado devido a uma amigdalite) e até final o Benfica ainda marcou mais um golo, com uma excelente finalização de Rodrigo Pinho.

Cruzamento preciso da esquerda de Diogo Gonçalves para Rodrigo Pinho, de pé esquerdo e de forma acrobática, fechar o resultado (4-2).

Benfica encerra a pré-temporada na terça-feira, 26 de julho, às 20h00, no Estádio da Luz, no jogo de apresentação aos sócios, na Eusébio Cup, frente ao Newcastle.

Leave a Reply