Um Benfica em “alta voltagem” será a imagem de marca de Roger Schmidt

Um carrossel em alta voltagem. À medida que os treinos se intensificam começam a ficar claras e cada vez mais assimiladas as ideias de como Roger Schmidt, 55 anos, pretende ver o Benfica a jogar.

Pela amostra do que aconteceu com o Reading, no sábado, naquele que foi o primeiro jogo de treino da época, percebeu-se que os jogadores já interiorizaram o que lhes é exigido. Ainda nem tudo sai na perfeição, mas o trabalho leva à dignificação da tarefa.

E nesse sentido há um trio que começa a destacar-se e a ganhar protagonismo: David Neres, João Mário e Rafa são os homens por quem Schmidt tem puxado para o carrossel ofensivo que quer ver funcionar nas costas do avançado, que até agora tem sido Henrique Araújo.

Numa fase em que o treinador alemão tem dito que pretende ver todos em ação antes de decidir quem fica ou sai, Pizzi e Chiquinho parecem determinados em complicar a seleção de Schmidt. Pelo que se viu com o Reading, Pizzi sente-se também ele confortável no papel de apoio ao ponta de lança e esteve na génese dos lances que resultaram nos dois golos.

Leave a Reply