Leões abrem processo a João Mário e exigem 30 milhões por este ter assinado pelo Benfica

A ação em que o Sporting exige o pagamento de 30 milhões de euros a João Mário, na sequência da sua ida para o Benfica, foi distribuída, esta sexta-feira, no Tribunal do Trabalho.

Segundo a informação publicada no portal Citius, o processo deu entrada na passada quinta-feira, tendo como autora a SAD dos leões e como réu o internacional português, sendo distribuído ao Juízo 4 do Tribunal do Trabalho de Lisboa.

Há um ano, o Sporting deixou claro que iria defender os seus interesses na justiça, depois de João Mário ter rescindido com o Inter de Milão e rumado ao Benfica.

O Sporting referiu que, em 2016, no acordo de transferência de João Mário dos verdes e brancos para o Inter, tanto o jogador, como o emblema italiano, se comprometeram a efetuar um pagamento adicional de 30 milhões de euros, caso o médio viesse a ser inscrito por outros clubes portugueses.

«É convicção do Conselho de Administração da Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD que foi usado um expediente para que o Inter e o jogador João Mário se procurassem eximir ao que contrataram com a Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD em 2016», escreveram os leões, há um ano.

Leave a Reply