Eneacampeãs fazem a dobradinha no Hóquei em Patins às custas das leoas

Que desfecho de época para a equipa feminina de hóquei em patins do Benfica! Na final da Taça de Portugal, disputada neste domingo, 3 de julho, as eneacampeãs nacionais venceram por 1-3 e celebraram a 8.ª dobradinha da sua história.

Benfica e Sporting voltaram a encontrar-se num dos momentos decisivos da época, após terem discutido a final do play-off do Campeonato Nacional, conquistado pelas águias. No Pavilhão Municipal Leonel Fernandes, no Seixal, bancadas bem-compostas e repletas de Benfiquistas, onde também esteve presente o Presidente Rui Costa.

As encarnadas entraram em quadra com o mesmo cinco inicial da meia-final com o CACO e apresentaram duas alterações no banco de suplentes: Marta Benfeitas e Sofia Contreiras entraram para os lugares de Rita Albuquerque e Catarina Pedro, respetivamente.

Equipa do Benfica

Quanto ao jogo, primeiros minutos muito disputados, mas sem oportunidades flagrantes. Aos 5′golo de Cata Flores! A universal chilena lançou-se em corrida e, isolada, encontrou uma abertura à direita da baliza de Cláudia Vicente, finalizando com sucesso.

Seguiram-se momentos de grande trabalho para as duas guardiãs. Do lado do Benfica, Maria Vieira esteve em bom plano aos 6′, com três defesas sucessivas a remates de Rute Lopes, e aos 10′, quando impediu o golo a Rita Lopes e Rita Batista. Pelo meio, aos 9′, foi Raquel Santos a desafiar a atenção de Cláudia Vicente.

Cata Flores

Aos 13′ Nuno Pinto pediu time out. No reatar do jogo, duas ocasiões para as encarnadas: Marlene Sousa tentou a picadinha, ao lado da baliza leonina; Maca Ramos, isolada, atirou a centímetros do goloEstavam dados os avisos!

Volvidos três minutos, o Sporting teve nas mãos a oportunidade de igualar. Uma falta para cartão azul de Beatriz Figueiredo sobre Inês Vieira deu livre direto às verdes e brancas. Na execução, Maria Vieira defendeu o remate de Ana Catarina Ferreira.

Em superioridade numérica, o Sporting empatou aos 17′, por Inês Vieira. Dérbi com 1-1 no placard e ainda muito para jogar! No minuto 21, Raquel Santos atirou forte e colocado, mas a guardiã sportinguista segurou. O mesmo não aconteceu aos 23′, quando surgiu o 1-2! Após remate de Marlene Sousa, Maria Sofia Silva, na recarga, devolveu a vantagem às águias. Até ao intervalo, o resultado não se alterou.

Golo do Benfica

Margem mínima no reatamento e tudo podia acontecer. O Sporting apresentava-se mais à defesa e o Benfica, por sua vez, continuava a atacar e a pressionar.

Aos 27‘, o trio Marlene Sousa, Raquel Santos e Beatriz Figueiredo desenhou uma jogada que esteve muito perto de resultar em golo! No contra-ataque, foi a vez da dupla formada pelas irmãs Rute e Rita Lopes criar perigo.

No minuto seguinte, Cata Flores encontrou Maria Sofia Silva ao segundo poste, mas esta não chegou a tempo. Só dava Benfica e, aos 35′, Marlene Sousa dilatou para 1-3! Numa jogada trabalhada por Inês Severino e Maria Sofia Silva, a capitã das águias encontrou-se de caras com Cláudia Vicente e atirou para o golo.

Marlene Sousa

jogo caminhava para o fim e as equipas davam tudo na quadra. Aos 40′, Inês Vieira, ela que marcou o golo do Sporting, esteve perto de bisar, mas a bola embateu na guardiã benfiquista. No instante seguinte, Inês Severino atirou ao lado da baliza leonina.

Gerindo o resultado e em controlo da partida, o Benfica manteve o resultado em 1-3 até final e, com esta vitória, ergueu o seu oitavo troféu da Taça de Portugal! Este foi o coroar de uma época perfeita para as comandadas de Paulo Almeida, que, depois da conquista da Supertaça, se sagraram eneacampeãs nacionais e finalizaram a temporada com a prova-rainha.

Paulo Almeida

DECLARAÇÕES

Paulo Almeida (treinador do Benfica): “Quero agradecer a todos os que trabalham comigo, sem eles não seria possível. Foi um grande jogo de hóquei em patins e o Benfica é um justo vencedor. Durante os 50 minutos teve mais oportunidade de golo. O importante é que vamos levar mais um troféu para o [Museu Benfica] Cosme Damião. O pensamento delas é o mesmo que o meu, não se cansam de ganhar nem de bater recordes.”

Marlene Sousa

Marlene Sousa (capitã e avançada): “É sempre como o primeiro. Esta equipa não se cansa de ganhar, é muito ADN à Benfica. Viemos um pouco mais confiantes porque ganhámos o Campeonato Nacional há uma semana, mas do outro lado esteve uma grande equipa. Somos uma verdadeira família e isso acaba por ser o segredo. Um enorme obrigado a esta massa adepta que foi sem dúvida o sexto jogador. É por isto que o Benfica é tão grande!”

Maria Vieira

Maria Vieira (guarda-redes): “Foi uma final muito bem disputada, foi fisicamente muito difícil. Ao intervalo estávamos cansadas, ontem [sábado] também jogámos, o Sporting entrou muito bem, foi superação, resiliência e foi Benfica. Esta moldura humana foi incrível, quero agradecer aos adeptos e ao nosso Presidente, que uma vez mais marcou presença.”

Cata Flores

Cata Flores (universal): “Conseguimos ganhar os três troféus mais importantes da temporada. Queremos seguir assim e levar mais troféus para o Museu. Agradeço a todos os Benfiquistas e à minha família pelo apoio. Não tenho palavras para os adeptos, fazem-nos sentir sempre em casa e que jogamos com mais um jogador.”

Festejo do Benfica

Maca Ramos (defesa): “A época foi longa, dura, mas conquistámos três títulos a nível nacional. Agradecer aos adeptos, são incríveis e estão sempre a fazer-se ouvir. Este título é para eles e por eles. Muito obrigado ao Benfica e a eles. Terminar assim é a ‘cereja em cima do bolo’.”

Maria Sofia Silva (avançada): “É o último jogo da época e era mais um troféu que queríamos conquistar. É sempre bom ajudar a equipa com golos. Estamos de parabéns.”

Raquel Santos (avançada): “Agradecer aos adeptos, encheram o pavilhão e foram incansáveis. Além de um grupo maravilhoso, temos adeptos como poucos clubes têm. Força, Benfica!”

Equipa do Benfica
Sporting-Benfica
1-3
Pavilhão Municipal Leonel Fernandes
Cinco inicial do Benfica
 
Maria Vieira, Marlene Sousa, Cata Flores, Beatriz Figueiredo e Raquel Santos
Suplentes
Marta Benfeitas, Sofia Contreiras, Maca Ramos, Inês Severino e Maria Sofia Silva
Cinco inicial do Sporting
Cláudia Vicente, Inês Vieira, Ana Catarina Ferreira, Rita Lopes e Rute Lopes
Suplentes
Alice Vicente, Inês Açoreira, Inês Arrais, Rita Batista e Margarida Florêncio
Ao intervalo1-2
Golos
Benfica: Cata Flores (5′), Maria Sofia Silva (23′) e Marlene Sousa (35′); Sporting: Inês Vieira (17′)
Marcha do marcador
0-1; 1-1; 1-2; 1-3

Leave a Reply