Benfica cilindrou dragões na Luz no primeiro jogo do play-off da Liga Betclic

Com uma exibição de encher o olho, a equipa de basquetebol do Benfica entrou a ganhar na final do play-off da Liga Betclic. No Pavilhão Fidelidade, diante do FC Porto, triunfo, por 79-58. 

Na Luz, bancadas muito bem compostas, com milhares de Benfiquistas a apoiarem a equipa incessantemente. Na quadra, os jogadores corresponderam com uma entrada fulgurante e o resultado em 9-1. As águias estavam fortes na luta das tabelas, na defesa, nomeadamente na área pintada, e nas transições ofensivas que apanhavam o FC Porto em contrapé. Aos poucos, os comandados por Moncho López aproximaram-se, mas o 1.º quarto terminou com 17-14 para o Benfica. 

Com o tiro exterior a cair no 2.º quarto, os encarnados distanciaram-se. A defesa mantinha-se coesa, obrigando os azuis e brancos a jogar por fora, sem usar o jogo mais físico na área pintada. Confortável no jogo, o Benfica cavava ainda mais o resultado, indo para o intervalo na frente, por 14 pontos (40-26). 

Clássico

lançamento para lá da linha dos três pontos seguia a toada do jogo encarnado, com a distância pontual a avolumar-se vertiginosamente. Os portistas tentavam esboçar alguma recuperação, mas não conseguiam parar o showtime que as águias mostravam na quadra, com jogadas e cestos que levantavam as bancadas. No 3.º quarto, os comandados por Norberto Alves passaram a barreira dos 20 pontos de vantagem, com o resultado a cifrar-se em 62-41 à entrada para os derradeiros 10 minutos do clássico.

No 4.º quarto, o Benfica geriu a vantagem que detinha. O ritmo de jogo baixou um pouco, bem como a espetacularidade. Ainda assim, as águias mantiveram a concentração e não permitiram a aproximação do FC Porto no marcador. O clássico fechou com os da Luz a vencerem, por 79-58

O jogo 2 da final do play-off da Liga Betclic coloca frente a frente os mesmos emblemas no Pavilhão Fidelidade, às 19h00 de segunda-feira, 6 de junho

Clássico

DECLARAÇÕES

Norberto Alves (treinador do Benfica): “A equipa, defensivamente, esteve muitíssimo bem. Os nossos adeptos foram muito importantes, porque nos deram uma energia extra para enfrentar uma equipa como o FC Porto. Controlámos bem o jogo a partir da defesa. Sabíamos que o FC Porto seria uma equipa que ia carregar muito no ressalto ofensivo. Nunca há jogos iguais. Está 1-0 e temos de manter a mesma humildade.”

Benfica-FC Porto
79-58
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
 Aaron Broussard, Frank Gaines, Ivan Almeida, Betinho e Wendell Lewis
Suplentes
José Silva, José Barbosa, Makram Ben Romdhane, Diogo Gameiro, Tomás Barroso, Arnette Hallman e Dennis Clifford 
Cinco inicial do FC Porto
 Rashard Odomes, Bradley Tinsley, Jonathan Arledge, Michael Morrison e Charlon Kloof
Suplentes
João Torrie, Vladyslav Voytso, Francisco Amarante, Miguel Queiroz, Tiago Almeida, João Soares e Miguel Correia 
1.º quarto2.º quarto3.º quarto4.º quarto
17-1440-2662-4179-58
Pontuadores do Benfica
 Frank Gaines (17), Aaron Broussard (14), Ivan Almeida (13), Betinho (12), Makram Ben Romdhane (12), Wendell Lewis (5), José Silva (3), Dennis Clifford (2) e José Barbosa (1)

Leave a Reply