Estilo ofensivo e de pressão alta de Roger Schmidt choca com hábitos recentes

Roger Schmidt quer fazer uma profunda mudança estilística no Benfica e está convicto de que pode fazê-lo não apenas com os vários reforços assinalados, mas também com grande parte do plantel existente.

Como bom discípulo da nova escola alemã, o novo técnico das águias apresenta como proposta de jogo um futebol muito ofensivo, assente numa grande pressão sobre o adversário, de rápida reação à perda e de linhas juntas e subidas, ideias que podem casar mal com jogadores da zona central que foram titularíssimos na época 2021/2022.

Leave a Reply