“Levantem os processos que quiserem, mas a partir de agora o Benfica não se vai calar”

Rui Pedro Braz, diretor desportivo do Benfica, saiu a público após o jogo com o FC Porto apontar o dedo ao VAR.

«Mais um jogo que acaba de ser o reflexo do que tem sido a temporada, com o Benfica sistematicamente a ter razões de queixa mais do que da arbitragem da videoarbitragem. Quem me conhece tento defender ao máximo os homens que fazem o seu trabalho dentro do campo. A equipa de arbitragem validou o golo, mas foram traídos pelo seu colega no VAR. Se é por este lance que o Benfica termina o campeonato no terceiro lugar, claro que não. O Benfica, ao longo da temporada, cometeu erros, sabemos que temos de olhar para dentro para podermos voltar a lutar por aquele que é o verdadeiro lugar do Benfica, mas, se a par desses erros que todos os clubes cometem, houver erros externos de terceiros a prejudicar o Benfica então tudo fica cada vez mais difícil», referiu, em declarações à BTV.

Em causa o golo anulado a Darwin, alegadamente por estar dois centímetros fora de jogo. «Os que estão no relvado tomam decisões corretas, mas são traídos pelos colegas, no conforto de uma régie na Cidade do Futebol, com direito a repetições, slowmotion, ecrãs, multiscreen, ali nas poltronas com ar condicionado. E esses erros não consigo defender. Todos nós sabemos como funciona o VAR! Os senhores que fazem parte do Conselho de Arbitragem, da FPF e das equipas de arbitragem não conhecem melhor o protocolo do que nós! Sabemos que o momento da escolha do frame é decisivo para este tipo de decisões. Não foi uma máquina, quem escolhe o frame da saída da bola foi o João Pinheiro! Dois centímetros? As pessoas sabem o que são dois centímetros? Isto não lembra a ninguém! É irreal o que estão a fazer ao futebol de modo geral. A ferramenta é muito poderosa para estar nas mãos de gente tão incompetente. Não contesto a seriedade e a honestidade dos profissionais da arbitragem, mas sim a competência. Foi mais um erro grosseiro e logo no jogo de atribuição do título de campeão nacional. Isto tem de mudar de uma vez por todas. Sistematicamente o alvo destes erros e destas faltas de respeito continua a ser o Benfica.»

«O Benfica fez o seu trabalho de forma muito competente, foi superior ao FC Porto, fez tudo para ganhar o jogo, inclusivamente marcou o golo que daria a vitória, mas infelizmente houve um senhor no conforto da régie na Cidade do Futebol que decidiu desvirtuar a verdade desportiva, independentemente do desfecho que seria do campeonato nacional», prosseguiu, rematando:

«Na última vez que falei deste assunto foi depois da vitória em Alvalade, agora faço-o após a derrota com o FC Porto. Fui alvo de um processo disciplinar, sei que vou ser novamente alvo de outro processo. Levantem os processos que quiserem, mas a partir de agora o Benfica não se vai calar perante aquilo que tem sido uma falta de respeito constante.»

Leave a Reply