Histórico: Benfica com presença inédita da final four da EHF European League

A equipa de andebol do Benfica assegurou, esta terça-feira, na Eslovénia, frente ao Gorenje Velenje, a presença na final four da EHF European League apesar do empate, por 27-27. No jogo da 1.ª mão, as águias haviam vencido, por 36-29, no Pavilhão n.º 2 da Luz. 

Com as bancadas cheias e com o público do seu lado, o conjunto esloveno entrou mais forte, eficaz e a optar por ataques rápidos, dado precisar de recuperar de uma desvantagem de sete tentos. Forte na linha dos seis metros, o Gorenje Velenje tentava distanciar-se, mas o Benfica estava melhor na linha dos nove metros e mantinha o adversário por perto. A meio da primeira parte, a equipa da casa cometeu vários erros no ataque e esbarrou no muro Sergey Hernández. Aproveitaram os encarnados para passar para a frente do marcador aos 20 minutos (8-9). O Gorenje Velenje sentiu a cambalhota no marcador e as águias foram aumentando a distância para 11-15 até ao intervalo

Com apenas 30 minutos para evitar a eliminação, o Gorenje Velenje veio do balneário determinado em dar a volta ao texto. Em contra-ataque ou através de ataques organizados, a linha de seis metros continuava a ser a preferida na hora de alvejar a baliza encarnada. Tranquilas e experientes, as águias geriam bem as incidências da partida. Na parte final do desafio, os eslovenos recuperaram no marcador e até lograram passar para o comando, mas o jogo terminou empatado (27-27), resultado que coloca o Benfica na final four da EHF European League, fase em que poderá enfrentar o Magdeburgo (Alemanha), RK Nexe (Croácia) ou Orlen Wisla Plock (Polónia)

O Benfica vira-se agora, de novo, para as andanças do Campeonato Nacional, onde vai medir forças com a Sanjoanense, na 26.ª jornada. 

Andebol do Benfica

DECLARAÇÕES

Chema Rodríguez (treinador do Benfica): “Conseguimos algo histórico para o Benfica, a equipa fez um trabalho extraordinário. Aliás, a equipa tem estado incrível nesta competição europeia. Os jogadores alcançaram algo incrível e estou muito feliz por eles, porque têm trabalhado muito ao longo da época. Agora vamos desfrutar para depois preparar esta final four e tentar alcançar novas metas.”

Sergey Hernández (guarda-redes do Benfica): “A nossa exibição foi muito completa. Tal como havia dito, o jogo em casa seria fundamental, porque é muito difícil vencer na Eslovénia. Fizemos história para o Clube e não tenho palavras para descrever o que sinto. Os adeptos têm muita paixão. Acho que posso falar por todos: queremos mais! Há muito trabalho feito e que muitas pessoas não veem. Quero agradecer ao corpo técnico e aos adeptos. Estamos na final four e vamos trabalhar para fazer o melhor possível. O Benfica é o melhor clube do mundo.”

Gorenje Velenje-Benfica
27-27
Red Hall (Eslovénia)
Formação inicial do Benfica
Sergey Hernández, Jonas Källman, Rogério Moraes, Lazar Kukic, Demis Grigoras, Ole Rahmel e Alexis Borges 
Suplentes
Gustavo Capdeville, Mahamadou Keita, Bélone Moreira, Paulo Moreno, Carlos Martins, Petar Djordjic, Tadej Kljun, Luciano da Silva e Francisco Pereira 
Ao intervalo11-15
Marcadores do Benfica
 Jonas Källman (5), Demis Grigoras (4), Petar Djordjic (4), Bélone Moreira (3), Ole Rahmel (3), Alexis Borges (2), Lazar Kukic (2), Paulo Moreno (1), Rogério Moraes (1), Tadej Kljun (1) e Luciano da Silva (1)

Leave a Reply