Benfica pode sagrar-se Campeão Nacional no dérbi de sábado na Luz

Neste domingo, pelas 16h00, acontece algo de inédito em 2021/22: a equipa feminina de futebol do Benfica vai jogar no Estádio da Luz! O dérbi com o Sporting, da 12.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga BPI, pode dar o título nacional às águias, e os bilhetes já estão disponíveis, com os Sócios a terem entrada gratuita.

Esta vai ser a terceira ocasião em que a equipa feminina de futebol joga na Catedral. A primeira ocorreu a 1 de setembro de 2018, frente ao Deportivo da Corunha, no jogo de apresentação aos Sócios; a segunda vez foi no dia 19 de outubro de 2019, num dérbi com Sporting, na 4.ª jornada da edição 2019/20 da Liga BPI.

A fazer uma época praticamente imaculada no Campeonato Nacional, o Benfica conta, somando os números da Série Sul e da fase de apuramento de campeão, com 18 jogos realizados e 17 vitórias. A única derrota ocorreu na 1.ª fase. Nesses mesmos 18 encontros, as encarnadas apontaram 61 golos (média de 3,39 por jogo) e sofreram 12 (0,67 por partida), sendo que o primeiro tento concedido na fase de apuramento de campeão foi no último desafio, com o Marítimo (1-6).

Numa altura em que há apenas nove pontos para disputar, o Benfica chega a esta antepenúltima jornada com seis pontos de vantagem sobre o Sporting. Por terem vencido em Alcochete, casa do rival, as encarnadas sagram-se automaticamente campeãs em caso de vitória ou empate (vantagem no confronto direto) no dérbi de domingo.

Utilização
Top 3
NomeMinutos
1.ª fase
Minutos
Apuramento
campeão
Total
Lúcia
Alves
4178391256
Pauleta3758081183
Cloé
Lacasse
4207141134

Ainda em termos totais, assinalamos as jogadoras que comandam o top 3 nos minutos de utilização e nos golos marcados. Nome comum aos dois rankings? Cloé Lacasse! A internacional canadiana está a fazer uma época muito positiva, tem uma grande preponderância no sucesso coletivo e isso é sustentado nos números de minutos jogados e nos tentos logrados.

Nos minutos de utilização, o top é liderado por Lúcia Alves. A defesa já alinhou 1256 minutos na edição 2021/22 da Liga BPI, sendo que 417 minutos foram na 1.ª fase – Série Sul – e 839 minutos na fase de apuramento de campeão. Na perseguição está Pauleta. A média também já ultrapassou os 1000 minutos (1183), divididos em 375 minutos (Série Sul) e 808 (fase de apuramento de campeão). Cloé Lacasse fecha este lote com 1134 minutos (420 na Série Sul e 714 na fase de apuramento de campeão).

Bilhetes para o jogo

Ver mais ›

Nos golos, Cloé Lacasse e Francisca “Kika” Nazareth estão em evidência, com 10 tentos cada, secundadas por Marta Cintra, com seis. Todas marcaram nas duas fases, sendo que a canadiana dividiu irmãmente as finalizações – cinco em cada fase. Kika Nazareth, que esteve algum tempo ausente por lesão na fase de apuramento de campeão, apontou nove golos na Série Sul e um na fase decisiva da Liga BPI. Os seis remates certeiros de Marta Cintra dividem-se em dois na Série Sul e quatro no apuramento de campeão.

Futebol feminino Benfica
Golos
Top 3
Nome1.ª faseApuramento
campeão
Total
Cloé
Lacasse
5510
Kika
Nazareth
9110
Marta
Cintra
246

Se fizermos um paralelismo entre o Benfica e os restantes candidatos da Liga BPI, percebemos que as Inspiradoras tomam a dianteira em praticamente todos os aspetos analisados. Nos mesmos 18 jogos, o Sporting conta com 14 triunfos, o SC Braga alcançou 13 e o Famalicão não vai além das 11 vitórias. Enquanto o Benfica só foi derrotado uma vez – e na 1.ª fase, em Alcochete –, as verdes e brancas têm dois desaires, ambos na fase decisiva da prova; e o SC Braga e o Famalicão contam com quatro e seis derrotas, respetivamente. Nos golos, só o Sporting acompanha a veio goleadora do Benfica, com os mesmos 61 remates certeiros; as duas formações minhotas apresentam 51 golos (SC Braga) e 40 golos (Famalicão).

Oficialmente, o dérbi de domingo vai ser o 11.º (terceiro nesta época) entre os dois emblemas no futebol feminino. Sempre emocionante, no futebol ou nas demais modalidades, seja no masculino ou no feminino, os duelos entre Benfica e Sporting não deixam ninguém indiferente, dentro e fora das quatro linhas. Este não será exceção, e até ganha caráter decisivo, dado que as águias podem celebrar, em pleno Estádio da Luz, o Bicampeonato. https://player.vimeo.com/video/705397395?api=1&player_id=vimeo_id_0

“Vai ser um jogo brutal e espero que seja com muitas pessoas, porque vai valer a pena. Temos de entrar confiantes, porque estamos em casa”

Kika Nazareth, jogadora do Benfica

É o Sporting, é o nosso rival direto. Isso mexe com as pessoas e com as jogadorasOs adeptos estão com vontade e pode ser o jogo do título. Nada está ganho, mas pode ser o jogo do título. Estamos a um passo, a um golo, a uma vitória de sermos campeãs, principalmente neste palco que é, tenho de admitir, um sonho de criança. Vai ser um jogo brutal e espero que seja com muitas pessoas, porque vai valer a pena. Temos de entrar confiantes, porque estamos em casa. Acredito que vamos ter o Estádio com muitas pessoas“, desejou Kika Nazareth, em declarações proferidas nos estúdios da BTV.

Olhando para os 10 jogos oficiais anteriores, o equilíbrio é a tónica. As leoas contabilizam cinco vitórias, as águias contam com quatro triunfos. Apenas por uma vez houve empate, na Taça da Liga. Ambos os conjuntos têm apetência para o golo, mas nos dérbis a média não chega aos dois por partida. Sporting já faturou em 17 ocasiões, o Benfica tem 14 finalizações certeiras.

Cloé Lacasse

A decisão da Liga BPI pode passar por este dérbi, mas, para aqui chegar, o Glorioso teve uma longa e dura temporada para percorrer. Arrancou o Campeonato na Série Sul, com um calendário de sete jornadas, logrou seis vitórias (três em casa e três fora) e faturou por 32 ocasiões, sendo que o resultado mais expressivo desta fase foi diante do Atlético, fora de casa, por 0-13.

Na Série Sul, realce, ainda, para Kika Nazareth. A atacante teve impacto na manobra ofensiva da equipa e isso vê-se nos números. Foi a melhor marcadora da fase, com nove tiros, e a futebolista com mais participações em golos (13), fruto das quatro assistências realizadas. Ana Seiça foi a mais utilizada, com 450 minutos contabilizados.

Na fase de apuramento de campeão, a decorrer, o Benfica conta com 11 triunfos (cinco em casa e seis fora) em outras tantas rondas realizadas, e teve no 1-6 ao Marítimo, na última jornada, o resultado mais expressivo na fase de apuramento de campeão. Em termos individuais, Cloé Lacasse é quem mais ordena nas águias, com cinco golos e cinco passes para golo (participação direta em 10 tentos da equipa). Ana Vitória é a jogadora com mais minutos: 855.

Leave a Reply