Campeões Europeus recebidos nos Paços do Concelho com discurso de Rui Costa

Rui Costa discursou, esta quinta-feira, nos Paços do Concelho, onde a comitiva dos sub-19 do Benfica foi recebida pelo presidente da Câmara de Lisboa, sobre a conquista da Youth League.

A história feita pela primeira conquista da UEFA Youth League foi reconhecida com emoção esta quinta-feira, 28 de abril, na receção na Câmara Municipal de Lisboa, onde atletas e staff partilharam parte da mesma com o presidente da edilidade e as centenas de Benfiquistas presentes nos Paços do Concelho.

Os 29 jogadores, a equipa técnica e respetivo staff de apoio, assim como membros dos órgãos sociais do Clube e SAD, foram recebidos à porta pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica Rui Costa.

A história feita pela primeira conquista da UEFA Youth League foi reconhecida com emoção esta quinta-feira, 28 de abril, na receção na Câmara Municipal de Lisboa, onde atletas e staff partilharam parte da mesma com o presidente da edilidade e as centenas de Benfiquistas presentes nos Paços do Concelho.

Os 29 jogadores, a equipa técnica e respetivo staff de apoio, assim como membros dos órgãos sociais do Clube e SAD, foram recebidos à porta pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica Rui Costa.

Já no Salão Nobre do edifício, Carlos Moedas enalteceu o feito dos jogadores encarnados, lembrando a “força da marca Benfica” e sublinhando o “orgulho” que representam para a cidade. “Viva o Benfica e o que fizeram por nós, a imagem que deram do nosso país. Vocês [jogadores] são o símbolo de que para chegar ao sucesso é preciso sacrifício. A vida não é sorte, é trabalho. São o maior exemplo para as próximas gerações“, atirou, elogiando o trabalho do Presidente Rui Costa e a capacidade deste para “ligar o sucesso desportivo, ao sucesso social e de formação que é única”, vincando sobretudo: “a visão que tem é que o Benfica é mais que desporto, é uma casa de vitórias, que muda vidas.”

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

Já depois da intervenção do Presidente Rui Costa, Carlos Moedas entregou estátuas vermelhas de Santo António, recebendo uma águia do líder encarnado e a camisola da final da UEFA Youth League autografada por todos os atletas.

Na varanda, uns de cachecóis ao alto, outros de telemóveis na mão a registar o momento, os jogadores ouviram e cantaram o hino do Benfica. Gritou-se pelo Clube nos Paços do Concelho.

Os jogadores, esses, mostraram a sua satisfação aos microfones da BTV. Martim Neto enalteceu o “orgulho por ter tantos Benfiquistas” presentes, que partilham a “felicidade” do momento. “Agora é continuar o trabalho por mais títulos”, atirou.

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

Henrique Araújo, autor de três golos na final, só pensa no rendimento que tem de dar. “É muito bom este reconhecimento, os adeptos dão valor pelo trabalho que fizemos. Estamos muito satisfeitos. Estamos muito felizes, foi importante para o Clube mostrar esta força na Europa. Temos a perfeita noção do que fizemos. Agora é continuar o trabalho feito, dar continuidade. É um título de formação e o objetivo é passar para a equipa principal e ter rendimento. Senti sempre grande confiança no grupo”, disse.

Diego Moreira lembrou que os “adeptos estão sempre a torcer” pela equipa e os “momentos incríveis” são para recordar. “Nunca vou esquecer este momento, que seja o primeiro de muitos”, desejou, ouvindo o capitão Tomás Araújo admitir o “sentimento de dever cumprido”: “É um sonho, o principal objetivo era chegar à equipa principal“, reconheceu o defesa-central que já faz parte do plantel às ordens de Nélson Veríssimo.

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

Quem admitiu o alívio sentido pelo desfecho da meia-final foi Samuel Soares, expulso no encontro frente à Juventus. “O importante era ganhar este título, histórico para o nosso Clube. Senti um alívio por estar na final. É mais difícil estar de fora, de fora só podemos apoiar”, disparou.

O diretor-geral da Formação do Sport Lisboa e Benfica, Pedro Mil-Homens, vê neste troféu “uma prenda do futebol de formação” para o Clube. “É um passo na carreira destes jovens, mostraram um estado de prontidão competitiva para dizer sim. Agora, é preciso ter pés bem assentes na terra e fazer amanhã melhor do que fizemos ontem. O Benfica pode estar orgulhoso. Há um percurso e caminho que é preciso percorrer“, finalizou.

Após a cerimónia, a equipa seguiu para loja oficial do Clube, no Estádio da Luz, onde centenas de adeptos recolheram autógrafos dos jogadores Campeões Europeus, deixando muitas mensagens de incentivo. José Henrique, um dos ícones do Benfica, mostrou-se emocionado. “É difícil explicar o que sinto! Estes miúdos são maravilhosos, uma equipa espetacular. Ser Campeão Europeu com esta equipa é das coisas mais maravilhosas do mundo. Temos um ambiente espetacular no Benfica Campus”, enalteceu.

Já depois do discurso de Carlos Moedas, com o edil de Lisboa a destacar «o orgulho por o Benfica ser umas das maiores marcas da cidade», o presidente do clube encarnado destacou a «honra por poder também projetar o nome de Lisboa».

“É com natural satisfação e muita honra que hoje nos encontramos aqui, nos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Lisboa. Em nome do Sport Lisboa e Benfica e na sua pessoa, senhor Presidente, agradeço à cidade de Lisboa por esta merecida receção aos ‘Heróis de Nyon’. O Benfica é um Clube de Lisboa, facto evidente, desde logo, no seu nome. Mas desde cedo se projetou em todo o território português e em todo o mundo. Diria mesmo que o amor ao Benfica está presente nos quatro cantos do mundo. Embora a base do futebol profissional e de formação se localize no Seixal, é aqui, em Lisboa, que o Clube contribui para a promoção e o desenvolvimento do desporto, desde o futebol às mais diversas modalidades. Continuaremos a fazê-lo, conscientes das nossas responsabilidades enquanto instituição de utilidade pública. E, ao fazê-lo, honramos igualmente a cidade e projetamos o nome de Lisboa“, começou por referir Rui Costa. 
 
“Foi o que aconteceu na passada segunda-feira. À quarta foi de vez! Um sonho que se tornou realidade: o Sport Lisboa e Benfica conquistou a UEFA Youth League! Um jogo perfeito. Uma caminhada brilhante. Um objetivo cumprido. Objetivo que assumimos e ambicionamos no início de cada época desportiva. Porque a formação é, de alguns anos a esta parte, a pedra basilar do projeto desportivo do Benfica. Mas atenção. É um projeto em que estas conquistas, que tanto nos orgulham, que tanto orgulham todos os Benfiquistas, não são um fim, mas sim uma parte do percurso“, vincou o Presidente.

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

“À quarta foi de vez! Um sonho que se tornou realidade: o Sport Lisboa e Benfica conquistpu a UEFA Youth League! Um jogo perfeito. Uma caminhada brilhante. Um objetivo cumprido. Objetivo que assumimos e ambicionamos no início de cada época desportiva”

Rui Costa

Parte de um caminho que começa por formar com qualidade, no plano desportivo, mas também em outras dimensões da vida, que passa por incutir nos jovens esta nossa mística, que consideramos única, bem como os valores dos nossos fundadores. Não esquecendo, nunca, que no Benfica todos os troféus são importantes e enriquecem o nosso Museu, mas tendo sempre presente que o fim último de todo este percurso é formar jogadores à Benfica, que venham a alinhar com sucesso na equipa principal”, enalteceu Rui Costa.
 
“Este título é o corolário do trabalho e do profissionalismo de toda a organização do Sport Lisboa e Benfica. De todos aqueles que idealizaram e concretizaram este projeto e esta infraestrutura. Dos anteriores diretores do Campus e de todos quantos ali trabalharam sob a sua liderança. De todos os jovens jogadores que passaram pelo Benfica Campus, desde a sua inauguração a 22 de setembro de 2006, com natural destaque para aqueles que levaram a equipa às outras três finais e que, com esse feito extraordinário, deram notoriedade internacional ao trabalho ali desenvolvido e abriram espaço aos jovens que hoje homenageamos. Da atual estrutura dirigente da formação do Benfica, com natural destaque para o diretor do Benfica Campus, Professor Pedro Mil Homens, mas sublinhando igualmente o contributo do Pedro Marques, do Bruno Maruta, do Rodrigo Magalhães e do Fernando Pinto“, elencou o Presidente.

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

“No Benfica todos os troféus são importantes e enriquecem o nosso Museu, mas tendo sempre presente que o fim último de todo este percurso é formar jogadores à Benfica, que venham a alinhar com sucesso na equipa principal”

“Do staff que acompanhou a equipa, dando-lhe todas as condições para que se concentrasse e focasse apenas nos jogos. Do treinador Luís Castro e da sua equipa técnica, que orientou o plantel para o sucesso, bem como dos demais treinadores e estruturas técnicas da formação que, ao longo do ano, trabalharam estes jogadores nos outros escalões. Dos nossos talentosos jogadores, que merecem cada um dos elogios que lhes fizeram nos últimos dias. E por fim, mas não menos importante, dos milhares de Benfiquistas que marcaram presença na final e em todos os jogos que nos levaram a Nyon”, sublinhou Rui Costa.

“Que bonita que foi a mobilização das Casas do Benfica. Que bonito foi presenciar e ouvir as histórias de todos aqueles adeptos que fizeram centenas ou milhares de quilómetros para apoiar o Benfica. Que bonito foi ver aquele vermelho vivo que coloriu a quase totalidade do estádio e arredores. Que bonito que foi. Isto é o Benfica. Por tudo isto, quero hoje felicitar todos, todos sem exceção. Porque esta conquista, tão merecida e que a todos honra, é fruto do contributo de todos”, destacou o Presidente.

Receção aos Campeões Europeus UEFA Youth League, Câmara Municipal de Lisboa

“Que bonito foi presenciar e ouvir as histórias de todos aqueles adeptos que fizeram centenas ou milhares de quilómetros para apoiar o Benfica. Que bonito foi ver aquele vermelho vivo que coloriu a quase totalidade do estádio e arredores. Que bonito foi. Isto é o Benfica”

“Celebremos com humildade e tendo a clara noção de que esta conquista aumenta a nossa exigência, mas também a certeza do caminho que estamos a percorrer. O sucesso dos muitos jogadores da nossa formação que chegaram à equipa principal e a algumas das mais ricas equipas da Europa. A dupla distinção como Melhor Academia do Mundo. E o domínio das convocatórias para as seleções jovens, são indicadores disso mesmo. Mas a dimensão e grandeza do Benfica exigem-nos sempre mais. Saberemos honrar esse desígnio, com trabalho, paixão, ambição e responsabilidade. E, a terminar, permitam-me um comentário mais pessoal, um comentário de quem fez toda a formação no nosso Benfica: que saborosa que foi esta conquista“, admitiu Rui Costa.
 
“Senhor Presidente, em meu nome pessoal, em nome de todos os benfiquistas e em nome do Sport Lisboa e Benfica, reitero o agradecimento pela forma extraordinária como aqui nos receberam e dou-lhe nota pública de que tudo faremos para cá voltarmos com frequência. Obrigado. Viva o Sport Lisboa e Benfica”, enalteceu o Presidente do Clube perante os presentes.

Leave a Reply