Luís Filipe Vieira muda de barricada atacando Rui Costa e a sua direção eleita

O antigo presidente do Benfica falou esta segunda-feira sobre a chegada do alemão Roger Schmidt para suceder a Nélson Veríssimo ao comando técnico dos encarnados. Para Luís Filipe Vieira, a aposta deveria ser num português.

«Se o presidente escolheu, ele é que sabe, mas acho que há treinadores portugueses que serviriam perfeitamente o Benfica, até porque compreendem melhor o futebol português do que qualquer treinador estrangeiro», disse Luís Filipe Vieira, em declarações prestadas à CMTV.

O antigo presidente dos encarnados não quis alongar-se, de resto, em considerações sobre a campanha da equipa na presente época, remetendo essas questões para Rui Costa, mas sempre atirou: «Acho que nenhum adepto do Benfica deve estar satisfeito este ano.»

Vieira enalteceu, sim, a conquista da Youth League pela equipa de sub-19. «Foi um projeto que começou a 22 de setembro de 2006, quando foi inaugurado o centro de estágios. Foi quando começou esta nova era e hoje creio que somos uma realidade em termos de formação na Europa. Mas não é só nestas alturas que devem falar da formação, mas também no dia a dia. Tem sido a formação a ter resultados financeiros fantásticos e que tem libertado o Benfica para ter a posição privilegiada que tem em termos patrimoniais», referiu, salientando: 

«Estou muito feliz por este título, que deve ser motivo de orgulho para todos os benfiquistas. Acho que também é muito importante para o futebol português, porque o FC Porto também já conquistou este título e o Sporting, se calhar, também tem capacidade para o alcançar. Só enaltece a formação e é por aí que o futebol português deve avançar.»

Deixou ainda uma farpa a Rui Costa: «Com toda a honestidade, o mérito da conquista da Youth League é só dos treinadores e dos jogadores, porque o tempo que [Rui Costa] tem de passagem pelo Seixal… Que eu saiba a influência do Rui no Seixal tem sido praticamente inexistente ao longo dos anos todos.»

Leave a Reply