Benfica B bastante desfalcado sai derrotado na recepção ao Académico de Viseu

Apresentando um figurino substancialmente diferente em face das muitas ausências registadas (também consequência do fornecimento de talentos à equipa do Glorioso que em Nyon luta pela conquista da UEFA Youth league), o Benfica B discutiu o jogo pelo jogo com o Ac. Viseu na 31.ª jornada da Liga 2, mas acabou por perder, por 1-2, no Benfica Campus, na tarde deste domingo, 24 de abril.

Em estreia nos bês, os médios Diogo Prioste (18 anos) e Diogo Nascimento (19 anos) foram lançados no lote de titulares do xadrez montado por António Oliveira, que cumpriu um jogo de castigo. Outro debutante neste patamar, o central Adrian Bajrami (20 anos) foi utilizado no decorrer da segunda parte do encontro.

Os encarnados fabricaram a primeira oportunidade de golo do encontro, com Umaro Embaló a encarar o guarda-redes Gril e a perder o frente a frente. Porém, à entrada do quarto de hora final do primeiro tempo os viseenses surpreenderam a defensiva do Benfica B (0-1) num lance muito rápido concluído por Famana Quizera (30′). O 0-2 surgiu aos 35′ numa emenda de Daniel Nussbaumer na área, após cruzamento sobre a direita.

Os bês encarnados procuraram responder na etapa complementar, construíram jogadas que ameaçaram a baliza do Ac. Viseu, mas só marcaram por uma vez (e, ainda antes, viram o árbitro perdoar um penálti ao adversário por falta sobre Tiago Gouveia). Solicitado por Umaro Embaló, o atacante Tiago Gouveia infiltrou-se na área aos 79′, descaído para a direita, e chutou cruzado para o interior da baliza (1-2). Apesar do forcing final das águias, o resultado não se alterou.

Na jornada do próximo fim de semana (32.ª), o Benfica B visita o Vilafranquense às 11h00 de domingo, 1 de maio.

Pedro Valido

DECLARAÇÕES

Pedro Valido (treinador adjunto do Benfica B): “Quero destacar a segunda parte, a atitude que os jogadores tiveram. Dispusemos de muitas oportunidades para marcar, já na primeira parte tivemos a primeira ocasião de golo do jogo. Realço sobretudo a entrega, o empenho, a concentração competitiva, a superação e a capacidade de trabalho dos nossos jogadores, porque correram atrás do prejuízo e fizeram uma excelente segunda parte.”

Tiago Gouveia (avançado do Benfica B): “Na alta competição os erros pagam-se caro, a eficácia é muito importante, é uma das chaves deste Campeonato contra estas equipas que tentam fechar-se e sair em contra-ataque para aproveitar um erro. Foi o que fizeram. Tivemos a nossa oportunidade na primeira parte e não conseguimos concretizar, eles foram lá duas vezes e fizeram dois golos. A segunda parte foi completamente diferente, fomos dominadores e controladores, conseguimos marcar um golo, mas não foi possível dar a volta.”

Onze do Benfica B
Benfica B-Ac. Viseu
1-2
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica B
Kokubo, Fábio Baptista, Miguel Nóbrega, Morato, Sandro Cruz (Adrian Bajrami, 75′), Diogo Capitão, Diogo Prioste (Henrique Pereira, 63′), Diogo Nascimento, Jair Tavares (Gerson Sousa, 75′), Umaro Embaló e Tiago Gouveia
Suplentes
Fábio Duarte, Diogo Spencer, Adrian Bajrami (75′), Gerson Sousa (75′), Henrique Pereira (63′) e Iuri Moreira
Onze do Ac. Viseu
Gril, Mesquita, Pedro Monteiro, Ricardo Machado (João Vasco, 80′), Igor Milioransa (Nuno Tomás, 66′), Ericson, Pana, Fernando Ferreira (Renteria, 56′), Famana Quizera (Adílio, 66′), Yuti Araújo e Daniel Nussbaumer (Filipe Cardoso, 80′)
Suplentes
Janota, André Claro, Filipe Cardoso (80′), Renteria (56′), Romy Silva, João Vasco (80′), Nuno Tomás (66′), Bandeira e Adílio (66′)
Ao intervalo0-2
Golos
Benfica B: Tiago Gouveia (79′); Ac. Viseu: Famana Quizera (30′), Daniel Nussbaumer (34′)
Boletim clínico do Benfica B
Luís Lopes (lesão do ligamento lateral interno do joelho direito); Rafael Brito (luxação do ombro esquerdo); João Neto (entorse da tibiotársica direita)

Leave a Reply