Bernardo Silva não sabe o que esperar do Atlético Madrid mas lembra aprendizagem no Benfica

Bernardo Silva fez esta segunda-feira a antevisão ao jogo dos quartos de final frente ao Atlético Madrid, referindo que a sua equipa não sabe bem o que esperar da formação de Diego Simeone.  

O português foi questionado sobre as diferenças para a ronda anterior, frente ao Sporting. «Sinceramente não sabemos o que esperar. Se eles vão pressionar alto, baixo, ou esperar por nós. Sabemos que serão agressivos, não nos vão dar espaço. Não será um jogo aberto, não», disse, falando sobre a necessidade de ter alguma agressividade também:

«Aprendi isso no Mónaco, na formação do Benfica também – saber que o talento é importante, mas se não se trabalhar no duro torna-se difícil ter sucesso. Tentei sempre ter as duas vertentes no meu estilo de jogo. Aqui, quando olho em volta e vejo toda a gente a pressionar, tenho de fazer o mesmo.»

Bernardo Silva falou sobre as diferenças entre um jogo para a Premier e defrontar o Atlético. «O estilo de jogo pode ser diferente, sim, não é comparável. Os clubes ingleses não jogam como o Atlético, o que torna este jogo diferente. Mas trata-se de uma equipa competitiva, organizada, muito específica. Não foi fácil para o United [que o Atlético eliminou na ronda anterior] nem para o Liverpool no ano passado. Também não será fácil para nós, mas se seguirmos o nosso plano…»

O português foi também questionado sobre o desejo adiado do City em vencer a Champions – ano passado chegaram à final e perderam para o Chelsea. «É certo que não é apenas mais um jogo, é muito importante para nós, o clube nunca ganhou. A maioria de nós nunca ganhou, e queremos mesmo chegar lá, porque é o que falta. A pressão está sempre presente e sabemos que os adeptos esperam que tenhamos um bom desempenho. Aprendemos com erros e estamos preparados, conhecemo-nos melhor.»

«Difícil dizer quem são os favoritos nesta competição. Olhem para os últimos anos, éramos favoritos contra o Chelsea e perdemos. Éramos favoritos contra o Tottenham e perdemos. Quando jogámos contra o Lyon, fomos derrotados. Não é fácil…»

Leave a Reply