Everton: “Tenho vontade de conquistar títulos com a camisola do Benfica”

Em entrevista ao Zerozero, Everton assumiu as dificuldades na adaptação ao futebol português. No início da temporada passada, o internacional brasileiro foi contratado pelo Benfica ao Grêmio por 20 milhões de euros e nesta leva sete golos e outras tantas assistências em 41 jogos.

«A primeira temporada foi difícil. Tinha passado oito anos no mesmo clube e a mudança é muito difícil. Não só a mudança de local onde vamos morar, mas também o local onde vamos trabalhar. A mudança tática, técnica e física que o futebol europeu exige é muito maior do que aquilo que eu estava acostumado. Vinha de duas temporadas muito fortes, onde não tive férias. Tive a Copa América, não tive férias durante três temporadas e isso acaba por prejudicar um pouco, mas acredito que, a cada semana, a cada treino, me tenho sentido mais à vontade e mais em casa para desempenhar o meu trabalho e ajudar o meu clube», referiu o camisola 7 das águias, explicando as diferenças entre o futebol português e o sul-americano.

«O futebol sul-americano é mais duro, a Libertadores é uma competição muito firme, como costumamos dizer. Aqui, a parte tática é muito evoluída, do primeiro ao último classificado. Taticamente as equipas estão muito evoluídas e isso dificulta o trabalho dos avançados. Temos de procurar espaços. É um futebol mais aberto. Na Luz, muitas equipas vêm para o ponto e para dificultar o nosso trabalho, mas estamos preparados para isso.»

Everton revelou ainda a «obsessão» individual e também de todo o plantel em conseguir levar o Benfica à conquista do título de campeão nacional, algo que tem fugido às águias desde 2019.

«Tenho vontade de conquistar títulos com a camisola do Benfica, tenho vontade de ser campeão nacional e enquanto eu não conseguir não me vou perdoar. É uma obsessão de grupo e individual. É uma competição muito importante que o Benfica não tem ganho e quero conquistar títulos aqui», explicou o brasileiro.

Leave a Reply