Nélson Veríssimo critica VAR na flash interview após empate na Luz com o Vizela

Após o empate, na Luz, frente ao Vizela (1-1), em jogo da 26.ª jornada da Liga, o treinador do Benfica, Nélson Veríssimo, mostrou-se desiludido com o resultado e criticou a ação da equipa de videoárbitro constituída por André Narciso (VAR) e Paulo Brás (AVAR).  

«Estamos muito desiludidos com o resultado. O facto de desde cedo jogarmos com menos um dificultou muito a nossa tarefa, ainda assim, foram bravos na forma como abordaram o jogo. Nalguns momentos tivemos que ter mais cautelas defensivas, mas, mesmo com menos um  conseguimos ter um bom jogo posicional, isso na segunda parte ficou ainda mais vincado. Os jogadores fizeram de tudo para sair daqui com os três pontos. O facto do guarda-redes da equipa adversária ter sido o melhor em campo, traduz o que foi o jogo», começou por dizer na zona de entrevistas rápidas ao microfone da BTV.

No jogo das palavras, Veríssimo abordou o desempenho da equipa de arbitragem: «A equipa desgastou-se muito a jogar com menos um, criámos oportunidades para marcar, mas não conseguimos. Foram duas equipas que valorizaram o espetáculo, o nosso público em muito ajudou a equipa a galvanizar-se e, depois, no meio disto tudo o VAR é para quê? Temos a expulsão do a expulsão do Adel [Taarabt], há o lance com Rafa e o lance ao minuto 72, não me quero estar a desculpar com a arbitragem, mas se há VAR e não consegue detetar o que se passou ao 72… É um lance capital, de penálti, que podíamos ou não ter marcado, mas se temos VAR no jogo de hoje não percebo o que é que o VAR não viu.»

Nélson Veríssimo aponta já ao próximo jogo, com o Ajax, e pediu o apoio dos adeptos: «Deixo uma palavra aos nossos adeptos que reconheceram o esforço da equipa apoiaram sempre, aos jogadores pelo esforço e parabéns ao Vizela pela forma com veio disputar o jogo. Vamos dar boa resposta na Liga dos Campeões.»

Leave a Reply