Benfica soube sofrer e manter a cabeça fria para virar resultado em Portimão

Surpreendido ao minuto 25, o Benfica esteve em desvantagem no Portimão Estádio, mas reagiu, empatou ainda antes do intervalo, entrou forte na segunda parte, marcou outra vez e, sempre com o jogo na mão, arrecadou três pontos (1-2) na 25.ª jornada da Liga Bwin.

Da ronda anterior para esta, o treinador do Benfica operou poucas variações no onze, dando primazia à estabilidade, ao final da tarde deste sábado, 5 de março. Registaram-se, no entanto, os regressos de Otamendi e Weigl à equipa inicial, cumprido que foi por ambos um jogo de castigo por acumulação de cartões amarelos, e houve uma novidade para relatar na linha de ataque, com a integração de Yaremchuk (Darwin não pôde preparar-se a 100 por cento durante a semana e começou este encontro sentado no banco de suplentes).

As diversas paragens de jogo ocorridos na primeira parte, decorrentes de assistências a jogadores, a um apanha-bolas e motivadas também pelo arremesso de diversas tochas para o relvado, teriam como consequência objetiva um tempo adicional de 15 minutos.

Portimonense-Benfica

A equipa benfiquista rondou a baliza do Portimonense na fase inicial, mas só começaria a dar trabalho pesado à defensiva e ao guarda-redes do conjunto anfitrião… depois de este se adiantar no marcador. Ao minuto 25, Carlinhos intercetou uma tentativa de passe de Taarabt e apanhou desprevenida a linha recuada das águias ao lançar a corrida de Wellinton Júnior pelo eixo. O atacante ficou cara a cara com Odysseas e assinou o 1-0 no primeiro remate enquadrado.

Chovia com intensidade, por volta da meia hora do desafio, e Fábio Veríssimo decidiu interromper a partida, mas devido ao arremesso de tochasReatado o duelo, o Benfica iniciou a contestação à desvantagem desenvolvendo ataques mais incisivos. Everton esteve perto de igualar aos 45’+3′, num tiro de fora da área, mas Grimaldo não deu tréguas e foi certeiro aos 45’+7′ (1-1), culminando uma segunda vaga desencadeada por Taarabt (infiltração pela direita e passe atrasado para o disparo do lateral espanhol), após pontapé de canto no lado direito executado pelo internacional marroquino.

A etapa inicial não terminaria sem que o Benfica ficasse a um palmo de novo golo. Na cobrança de um livre direto a penalizar infração sobre Gonçalo Ramos à entrada da área do Portimonense, Grimaldo afiou o pé esquerdo, rematou e “arranhou” o poste direito.

Portimonense-Benfica

O Benfica voltou dos balneários à Benfica, isto é, reentrou forte, carregou e foi recompensado aos 50′. Rafa, descaído para a direita, recebeu de Yaremchuk, progrediu, rompeu na área e fez um remate-cruzamento. Samuel Portugal estirou-se, ainda tocou no esférico, mas este ficou à mercê de Gonçalo Ramos, que, sobre o segundo poste, encostou para as redes (1-2). Foi o 6.º golo do avançado nesta edição da Liga Bwin.

Aos 63′ Yaremchuk correu entre os centrais anfitriões, foi carregado por Lucas Possignolo antes de invadir a área, pedia-se vermelho direto… mas Fábio Veríssimo entendeu que a mostragem de cartão amarelo seria penalização suficiente para o defensor das cores de Portimão. Na cobrança do livre, Grimaldo viu o remate ser bloqueado pela barreira.

Portimonense-Benfica

Dominando, controlando e evitando sobressaltos de maior, o Benfica geriu o jogo à medida dos seus interesses. Meïte (rendeu Taarabt aos 66′), Diogo Gonçalves e Paulo Bernardo (substituíram Everton e Yaremchuk aos 80′) e Darwin (no lugar de Gonçalo Ramos aos 85′) foram lançados ao longo dos últimos 25 minutos do encontro, renovando as energias e as soluções do coletivo, que revelou competência e maturidade para regressar do Algarve com mais três pontos na conta do Campeonato.

O próximo jogo na agenda da equipa A está marcado para as 20h15 de sexta-feira, 11 de março, data da receção ao Vizela no Estádio da Luz na 26.ª jornada da Liga Bwin. Os bilhetes para esse encontro estão disponíveis aqui.

Leave a Reply