Site icon TerceiroAnel.blog

Nélson Veríssimo fez a antevisão ao jogo em Portimão para a 25ª jornada da Liga Bwin

Advertisements

Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, fez a antevisão do duelo com o Portimonense na 25.ª jornada da Liga Bwin, um jogo agendado para as 18h00 de sábado, 5 de março, no Portimão Estádio.

Darwin Núñez não se treinou esta sexta-feira no Benfica, mas o treinador Nélson Veríssimo disse que o avançado uruguaio deverá estar disponível para viajar para o Algarve a fim de defrontar o Portimonense, sábado, para a 25.ª jornada. 

«O Darwin hoje não se pôde treinar, teve uma situação de indisposição, mas acreditamos que possa estar disponível para o jogo», comentou o treinador dos encarnados.

O Benfica viaja até ao Algarve para defrontar este sábado o Portimonense (18 horas) para a 25.ª jornada, tendo a semana de preparação sido afetada pela guerra na Ucrânia no balneário, especificamente pela presença do jogador ucraniano Roman Yaremchuk. O avançado tem-se treinado e até jogou no último fim de semana, tendo entrado em campo num momento que correu o mundo pela ovação – e braçadeira de capitão – que recebeu.

O treinador Nélson Veríssimo voltou a garantir que Yaremchuk tem tido comportamento exemplar e está a ser ajudado pelo clube.

«O Benfica tem dado todo o apoio possível, mas ele tem sido um exemplo para todos nós, um profissional. Apesar da situação, tem-se entregado de forma intensa à preparação dos jogos. Sabemos que é uma situação difícil, temos falado, é um processo que todos nós esperamos que seja breve», disse.

Que Portimonense espera: «É um campo tradicionalmente difícil, um adversário com qualidade na forma de atacar e no processo defensivo, não sofre muitos golos. Temos de estar em nível elevado e com entrada forte para mostrar ao que vamos.»

O presidente do Benfica, Rui Costa disse, na entrega dos prémios Cosme Damião, que «ainda há muito campeonato» pela frente. Nélson Veríssimo foi questionado sobre se é importante ganhar em Portimão para vencer dois jogos seguidos e ganhar consistência.

«O presidente também disse que a exigência mínima no clube é vencer, é assim que abordamos os jogos, sabemos a sequência que temos tido e o que queremos para o futuro. Contamos com adversários com valor, temos de preparar a equipa da melhor maneira.»

Nélson Veríssimo foi questionado sobre as escolhas no meio-campo.

O que acrescenta Taarabt, ao mesmo tempo que João Mário tem jogado menos? «Têm características diferentes, dão coisas diferentes. O João na gestão e posse de bola com chegada em condução mais à frente; o Adel [é bom] a ver os colegas em desmarcação, com qualidade de passe mais vertical, em alguns momentos sentimos que aposta é sobre um ou outro. O João teve Covid-19 e alguns dias sem treinar e apostas recaíram sobre jogadores que mostraram rendimento. Não quer dizer que não estejamos satisfeitos com o rendimento de alguém por jogar menos», analisou.

Exit mobile version