Nélson Veríssimo quer colocar um travão à série de 5 jogos seguidos a sofrer golos

A equipa do Benfica entra para o jogo desta noite com o Boavista, no Estádio do Bessa, para a Liga, com registo profundamente negativo do ponto de vista defensivo. Série de cinco encontros consecutivos a sofrer golos iguala pior ciclo da temporada, pertença de Jorge Jesus, e há ainda que ter em conta o facto de os encarnados terem mais golos sofridos do que jogos realizados com Nélson Veríssimo – 11 contra 9 -, marca que estará certamente distante daquilo que o treinador desejará.

Problemas defensivos não significam, no entanto, problemas exclusivos da defesa, pois dos médios e dos atacantes, sobretudo em ações de bola parada na área benfiquista, podem nascer fraquezas que influenciem decisivamente os números assumidos depois pelo setor recuado. É, todavia, realidade que a linha de quatro não estará a funcionar como a equipa precisará, mantendo-se a dificuldade para encontrar um lateral-direito ao nível do esquerdo – Valentino Lázaro ainda não é Grimaldo, nem defensivamente, mesmo com as lacunas reconhecidas ao espanhol, e tão pouco ofensivamente – e de ver por exemplo Nicolás Otamendi render como rendia na linha de três de Jesus, onde jogava ao centro, protegido por Vertonghen de um lado e Lucas Veríssimo ou Morato do outro.

Leave a Reply