Bis de Bernardo Silva na goleada que arruinou aspirações dos leõezinhos em Alvalade

O Sporting foi goleado pelo Manchester City esta terça-feira à noite em Alvalade (0-5), em jogo da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. Bernardo Silva, que foi titular nos ingleses, tal como Rúben Dias (capitão) e Cancelo, bisou no triunfo, que contou ainda com golos de Mahrez, Phil Foden e Sterling.

Os citizens não demoraram a inaugurar o marcador (7’), mas festejaram a dois tempos. Foden foi travado por Adán e na insistência De Bruyne assistiu Mahrez, o golo foi inicialmente anulado por fora de jogo do belga, no entanto o VAR reverteu a decisão. Nova ameaça dos ingleses aos 17’, novo golo, ou melhor, golaço – em bom português – de Bernardo Silva.

Phil Foden foi o homem que se seguiu na lista de marcadores, desviando para o fundo da baliza (32’) um cruzamento de Mahrez que nem Matheus Reis nem Coates conseguiram intercetar. Bernardo Silva bisou antes do intervalo (44′), num remate que sofreu um desvio em Gonçalo Inácio, e iniciou a segunda parte com um hat trick, anulado pelo VAR, por posição irregular (50’).

Num jogo sem remates enquadrados dos leões, o 0-5 surgiu através de Sterling, golaço do internacional inglês, a agravar a derrota verde e branca, antes do confronto da segunda mão, em Manchester, a 9 de março.

No final da partida em Alvalade, com o Manchester City a golear o Sporting por 5-0, Bernardo Silva, homem do jogo, autor de dois golos, estava, obviamente, muito feliz no final da partida.

«Na primeira parte, quase sempre que baixámos [no terreno], marcámos e não os deixámos sair em contra-ataque. O resultado era exagerado para o que fizemos na primeira parte, mas não demos oportunidade ao Sporting. Na segunda parte, apesar de termos marcado só um golo, controlámos o jogo e creio que até jogámos melhor que na primeira. Fizemos um excelente jogo», resumiu o avançado.

Instado a comentar os golos apontados, Bernardo Silva desvalorizou a questão individual: «Marquei um excelente golo, o do Raheem [Sterling] também, mas o mais importante ajudámos o City a vencer. A equipa tem jogadores fantásticos, é o mais importante.»

Leave a Reply